05:42 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 80
    Nos siga no

    Duas pessoas foram hospitalizadas no Reino Unido após serem diagnosticadas com infecções raras transmitidas por picada de carrapato.

    Autoridades de saúde confirmaram um caso de babesiose, doença causada por um parasita que infecta glóbulos vermelhos, e um provável caso de encefalite transmitida por carrapatos (TBE, na sigla em inglês), doença grave que afeta o sistema nervoso central.

    Este é o primeiro caso de babesiose e segundo caso de TBE registrados no Reino Unido, informou a Saúde Pública da Inglaterra (PHE, na sigla em inglês).

    Apesar disso, funcionários da PHE notaram que os casos de infecções são raros e o risco de ser infectado no Reino Unido permanece bastante baixo.

    Ambos os pacientes foram transferidos para o hospital, onde estão recebendo tratamento adequado e espera-se uma recuperação completa, afirmou a PHE, conforme reportou o jornal britânico Daily Mail.

    "É importante enfatizar que os casos de babesiose e TBE na Inglaterra são raros e o risco de ser infectado permanece muito baixo", garantiu Katherine Russell, consultora da equipe emergente de infecções e zoonoses da PHE.

    A PHE coletou de amostras nas regiões próximas à residência dos pacientes e realizou testes com centenas de carrapatos. Todos testaram negativo para o parasita que causa babesiose.

    Babesiose e TBE

    A babesiose é causada por parasitas microscópicos que infectam os glóbulos vermelhos e é transmitida principalmente por carrapatos.

    Os carrapatos são infectados quando se alimentam de bovinos, cervos e roedores infectados, que são os principais reservatórios desse parasita, de acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, na sigla em inglês).

    "Enquanto a maioria das infecções passa sem sintomas, algumas pessoas podem ficar doentes e apresentar sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, calafrios, dor muscular, fadiga e icterícia – amarelecimento da pele devido a um distúrbio biliar", explica o ECDC.

    "Casos graves afetam os rins ou os pulmões e podem inclusive levar à morte."

    Carrapato no Parque da Água Branca, em São Paulo

    Já a TBE, transmitida pela picada de carrapatos infectados, ataca o sistema nervoso central e pode resultar em sintomas neurológicos a longo prazo e até morte.

    Cerca de dois terços das pessoas infectadas com TBE não apresentam sintomas. Aqueles que apresentam, normalmente enfrentam duas fases da doença.

    A primeira está associada a sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de cabeça e fadiga, que podem progredir para uma segunda fase mais grave, que envolve o sistema nervoso central, e pode ocasionar meningite, encefalite e paralisia.

    Carrapatos que espalham o TBE podem ser encontrados na maior parte da Europa – incluindo em regiões da Inglaterra e Rússia –, assim como na China e no Japão.

    A trilha pela cordilheira de Aonach Eagach, na Escócia, tem mais de 6 quilômetros e mostra uma das mais belas paisagens do país.
    © CC BY-SA 2.0 / Colin Souza / West Highland Way (Cropped photo)
    A trilha pela cordilheira de Aonach Eagach, na Escócia, tem mais de 6 quilômetros e mostra uma das mais belas paisagens do país.

    Apesar de existir vacina para a TBE, não há vacina para a babesiose.

    Para previnir-se da babesiose, a PHE recomenda ao público que fique "atento aos carrapatos", tome precauções ao caminhar em trilhas e evite andar em áreas com mato alto.

    O público também deve considerar o uso de repelentes que contenham o componente DEET e criar o hábito de realizar uma "verificação de carrapato" após passeios ao ar livre.

    Em caso de picada, o carrapato deve ser removido o mais rápido possível, usando uma pinça de ponta fina ou uma ferramenta de remoção de carrapatos. Se a picada for seguida por mal-estar, é necessário procurar um médico.

    Mais:

    Cientistas descobrem cores de insetos de há 99 milhões de anos preservados em âmbar
    Vespas gigantes estão em migração? Reino Unido enfrenta possível chegada de insetos brutamontes
    Aranhas unem força para tirar toda a mobilidade de inseto
    Tags:
    doenças, Reino Unido, picada
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar