07:23 24 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    6342
    Nos siga no

    China não descarta retaliação contra a companhia finlandesa Nokia e a empresa sueca de telecomunicações Ericsson se os países da União Europeia (UE) seguirem os passos do Reino Unido e EUA de excluir a Huawei do desenvolvimento da rede 5G.

    De acordo com The Wall Street Journal, que cita pessoas que acompanham o assunto, Pequim considera impor controles de exportação que impedirão as empresas Nokia e Ericsson de enviar os produtos que fabricam na China a outros países.

    No entanto, o WSJ ressalta que Pequim só aplicaria estas medidas no caso do pior cenário, se os países europeus proibirem efetivamente a utilização de equipamentos de fornecedores chineses para redes 5G.

    Anteriormente, tanto Nokia como Ericsson anunciaram que estavam prontas para avançarem após o Reino Unido decidir banir a Huawei de sua rede 5G.

    Diretor-executivo da Nokia no Reino Unido e Irlanda, Cormac Whelan, afirmou que a empresa tinha capacidade para substituir rapidamente e em larga escala todos os equipamentos da Huawei nas redes do Reino Unido.

    Por sua vez, Arun Bansal, presidente da Ericsson para Europa e América Latina, disse que a companhia estava pronta para trabalhar com os operadores do Reino Unido para cumprir seu calendário, sem quaisquer interrupções para os clientes.

    Na semana passada, o ministro da Cultura do Reino Unido, Oliver Dowden, anunciou que o governo britânico proibirá a compra de novos equipamentos para redes 5G produzidos pela Huawei a partir de 31 de dezembro, enquanto os equipamentos e componentes da empresa chinesa já instalados nas redes 5G no território britânico serão retirados até 2027.

    Mais:

    Diretor de gigante tecnológica alerta para atraso dos EUA no desenvolvimento de 5G
    Trump diz que convenceu 'muitos países' a vetar participação da Huawei em redes nacionais de 5G
    Bairros nobres de Rio e SP recebem tecnologia 5G em meio à polêmica internacional com Huawei
    Tags:
    União Europeia, China, EUA, tecnologias, Nokia, Ericsson, Reino Unido, tecnologia 5G, Huawei
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar