13:13 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)
    1102
    Nos siga no

    Aproximadamente 250 destes dispositivos adquiridos pelo Reino Unido teriam defeitos que poderiam causar danos significativos a pacientes infectados, incluindo a morte.

    Em 4 de abril, 300 respiradores artificiais provenientes da China chegaram ao Reino Unido, e a compra foi festejada por ministros britânicos. Nove dias mais tarde, um grupo de médicos do Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) das regiões britânicas de Sandwell e West Birmingham lançou uma grave advertência: 250 dos dispositivos recebidos podem causar severos danos aos pacientes.

    Trata-se do modelo de respiradores Shangrila 510, fabricado pela empresa Beijing Aeonmed. Os médicos expressaram sua preocupação através de uma carta disponibilizada ao canal NBC News: "Acreditamos que se for usado, é provável que produza danos significativos ao paciente, incluindo a morte. Esperamos ansiosamente que estes respiradores sejam retirados e substituídos por outros dispositivos que estejam em melhores condições para proporcionar respiração de cuidados intensivos a nossos pacientes."

    Segundo os mesmos médicos, os respiradores são de baixa qualidade e básicos. Além do mais, a limpeza apropriada dos equipamentos é difícil, o que prejudica a luta contra um vírus tão infeccioso. Também se queixam de que o fornecimento de oxigênio dos respiradores "varia e é pouco confiável".

    Na carta enviada a autoridades do NHS, se assegura que os respiradores são diferentes do que os médicos britânicos estão acostumados a usar e são projetados para funcionar dentro de uma ambulância.

    O Departamento da Saúde do Reino Unido se negou a responder ao canal sobre quantos respiradores deste tipo foram adquiridos no total ou por que este modelo foi escolhido. No entanto, o órgão assegura que nenhum destes respiradores está em uso.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)

    Mais:

    Governo distribui respiradores produzidos pela indústria nacional
    Trump diz que os EUA vão ajudar a Rússia com respiradores, se necessário
    Inteligência dos EUA sobre coronavírus: não é criação humana nem manipulado geneticamente
    Tags:
    pandemia, China, Reino Unido, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar