14:13 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    721
    Nos siga no

    O chefe de governo da Espanha, Pedro Sánchez, disse neste sábado (25) que o Conselho de Ministros aprovará na terça-feira (28) um plano de flexibilização da quarentena para conter coronavírus.

    As medidas de isolamento social foram impostas no país no dia 14 de março devido à pandemia da COVID-19. 

    Em pronunciamento feito no Palácio da Moncloa, Sánchez ressaltou que a liberação será "gradual" e "assimétrica", dependendo dos cenários observados nas várias regiões espanholas. 

    De acordo com o chefe de governo, com o plano será possível "começar a decidir que territórios e localidades passam para uma exigência menor de confinamento". 

    Os únicos itens antecipados do plano são a permissão para a prática de esportes ou caminhadas. 

    "Se a evolução da pandemia prosseguir em um sentido positivo, a partir do próximo dia 2 de maio será permitida a saída para fazer atividade física individual ou passeios com as pessoas com quem vivemos", explicou Sánchez. 

    Até o momento, o único relaxamento na quarentena espanhola foi a permissão para crianças menores de 14 anos saírem para brincar ao ar livre uma vez ao dia. 

    'Vitória parcial'

    O plano de relaxamento vai durar todo o mês de maio, e em junho a situação será avaliada, explicou ele. 

    Ao iniciar seu discurso, o líder lamentou as mortes no país causadas pela COVID-19, mas mostrou-se satisfeito com os números dos últimos dias, quando mais pessoas se recuperaram da doença do que foram infectadas. 

    Segundo ele, os dados representam uma "vitória parcial", obtida graças a um grande "esforço e sacrifício de todos". 

    Apesar do anúncio, Sánchez pediu "cautela" e "responsabilidade individual" nesta nova fase.

    Segundo o mapa virtual da Universidade John Hopkins, a Espanha registra quase 224 mil casos e se aproxima de 23 mil mortes. 

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    Governador de Alagoas testa positivo para a COVID-19
    Em confinamento pela pandemia, Portugal celebra 46 anos sem ditadura cantando nas janelas (FOTOS)
    Itamaraty repatria 159 brasileiros retidos no México e no Panamá
    Boris Johnson está recuperado e voltará a trabalhar na segunda-feira
    Tags:
    governo, Pedro Sánchez, doença, saúde, quarentena, Espanha, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar