10:47 26 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    253
    Nos siga no

    A União Europeia (UE) alocou mais de 900 milhões de euros aos países da América Latina e do Caribe no âmbito da resposta à pandemia do novo coronavírus, informou uma declaração da Comissão Europeia (CE) publicada nesta quarta-feira.

    "A UE apoiará as regiões da Ásia-Pacífico com 1.220 milhões de euros; outros 291 milhões de euros serão destinados à região da África, Caribe e Pacífico; 918 milhões de euros serão destinados a ajudar nossos parceiros na América Latina e Caribe, e 111 milhões de euros para apoiar países e territórios no exterior", destaca o comunicado.

    O documento detalha que a ajuda comunitária aos parceiros, que totaliza 15,6 bilhões de euros, se concentrará nas camadas mais vulneráveis da sociedade, como migrantes, refugiados, pessoas deslocadas internamente e suas comunidades anfitriãs, além de integrar os objetivos estratégicos estabelecidos pelo Pacto Verde e pela Agenda Digital.

    Da sua parte, o comissário europeu para gerenciamento de crises, Janez Lenarcic, alertou que o mundo está enfrentando "o que pode se tornar a maior crise humanitária nas últimas décadas".

    "O impacto do surto de coronavírus provavelmente será dramático nos países mais frágeis, entre os migrantes e os mais vulneráveis. Esse é particularmente o caso nos campos de refugiados e pessoas deslocadas internamente, que geralmente são confinados e muitas vezes não são saudáveis", enfatizou.

    Nesse contexto, ele pediu uma resposta vigorosa à emergência de saúde pública e apoiou o transporte e a logística para operações humanitárias.

    O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, afirmou que a UE ajuda "a Organização Pan-Americana da Saúde e a Cruz Vermelha Internacional a preparar e melhorar a resposta [à pandemia na região] com 10 milhões de euros".

    Borrell também especificou que 5 milhões de euros serão destinados à Bolívia "para enfrentar as situações de emergência causadas pela pandemia".

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Organização Internacional do Trabalho: COVID-19 eliminará 195 milhões de empregos
    COVID-19: só vacina trará abraços e beijos de volta, diz ministro italiano
    Equador solicita ajuda de empresas e laboratórios russos para combater COVID-19
    Tags:
    ajuda humanitária, diplomacia, Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Bolívia, COVID-19, novo coronavírus, Caribe, América Latina, Comissão Europeia, União Europeia, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar