04:35 03 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)
    290
    Nos siga no

    Na Lituânia, 24 soldados do batalhão internacional da OTAN testaram positivo para o coronavírus. A nacionalidade da maioria dos infetados é desconhecida. No entanto, sabe-se que dois dos infectados são holandeses e que já foram enviados para o seu país.

    Para conter a propagação do vírus, os exercícios militares serão realizados apenas com efetivos do batalhão, exercícios conjuntos com outros departamentos são limitados.

    O batalhão de combate das forças da OTAN, com cerca de mil militares, foi implantado na Lituânia em 2017 e é comandado pela Alemanha.

    Quatro novos casos de coronavírus foram confirmados nesta quinta-feira (26) no batalhão internacional da OTAN na Lituânia, escreve portal lituano LRT.

    "O número total de casos é 24" disse o porta-voz do batalhão da Presença Avançada da OTAN (EFP, na sigla em inglês), capitão holandês Evert-Jan Daniels.

    De acordo com as informações mais recentes, na Lituânia ao menos 345 pessoas foram diagnosticadas com a COVID-19, cinco pessoas faleceram, três recuperaram. A quarentena irá perdurar até 13 de abril.

    O primeiro-ministro do país, Saulius Skvernelis, disse que os cidadãos que se recusarem a cumprir o auto-isolamento de duas semanas após o regresso do exterior não poderão voltar para casa.

    Anteriormente, Anthony Fauci, o diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas e Alérgicas dos EUA (NIAID, na sigla em inglês), disse que os Estados Unidos deveriam estar preparados para que a doença do novo coronavírus seja cíclica.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)

    Mais:

    Parceria russo-japonesa desenvolve teste para diagnosticar coronavírus em 30 minutos
    Primeiro-ministro britânico Boris Johnson testa positivo para coronavírus (VÍDEO)
    Número de casos de coronavírus nos EUA supera o da China
    Tags:
    Países Baixos, COVID-19, novo coronavírus, tropas, Lituânia, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar