22:47 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    Por
    Coronavírus se espalha pelo mundo (455)
    482
    Nos siga no

    O isolamento social voluntário pedido pelo governo de Portugal à população tem feito muitos famosos brasileiros que moram no país incentivarem publicamente a medida preventiva.

    Nomes como Luana Piovani, Susana Werner, Joana Balaguer, Thaís de Campos e Úrsula Corona, atrizes que acumulam produções da Rede Globo ao longo das carreiras, compartilham a rotina dentro de casa e falam sobre a importância da quarentena nas redes sociais.

    "Eu gosto de liberar endorfina, então a primeira coisa que tento fazer é caminhar onde eu estou, fazer um exercício, yoga, muita leitura, estou escrevendo muito, tenho trabalhado de casa. Acho que isso vem para mudar muita coisa, para reconectar as tribos, mudar o sistema que a gente consome, em que a gente vive", diz Úrsula Corona à Sputnik Brasil.

    Atriz Úrsula Corona, em casa, aproveita para reforçar mensagem sobre a importância da quarentena no combate ao novo coronavírus
    © Foto / Divulgação
    Atriz Úrsula Corona, em casa, aproveita para reforçar mensagem sobre a importância da quarentena no combate ao novo coronavírus

    Morando em Lisboa, a atriz conta que está atenta ao avanço do novo coronavírus pelo mundo desde o início do problema, na China. Úrsula se mostra preocupada com a situação no Brasil e acredita que há um "deserviço" com relação às informações repassadas. "Eu falo com meus pais todos os dias para eles se prevenirem, só agora eles estão me escutando. Me preocupo muito com o meu país. A falta de informação, para mim, é assustadora". Para Úrsula, é preciso insistir na prevenção.

    "Enquanto não há uma cura, devemos ganhar tempo. É pensar: o que posso fazer hoje? É ficar longe das pessoas. Vou começar a incentivar ainda mais. Não quero bater de frente com política, mas a gente teve um presidente no domingo, que está de quarentena, que foi para a rua apertar a mão das pessoas. Isso é incabível. Eu não tenho partido nenhum, mas acho que a gente tem que alertar sobre a urgência", afirmou.

    Thaís de Campos também considera que a mobilização é importante. "Como artista, e sendo uma pessoa que tem acesso ao povo, me sinto na obrigação de alertar, principalmente o brasileiro, que infelizmente não entendeu ainda a dimensão deste vírus", explica a atriz à Sputnik Brasil.

    Prestes a voltar às telas brasileiras na reprise da novela Fina Estampa, uma das alterações anunciadas na programação da Rede Globo, que cancelou novas gravações por causa do coronavírus, Thaís diz ter percebido que a população em Portugal começou a adotar a quarentena antes mesmo dos pedidos do governo. "Tanto os portugueses como os estrangeiros que aqui vivem estão em casa, muitos desde a semana passada, de uma forma consciente e tranquila. Estamos sim com medo, mas sem pânico. Acho que a nossa maior vantagem é o povo estar respondendo voluntariamente aos apelos de ficar em casa e estarmos atentos às indicações de higiene e proteção que anunciaram".

    Fronteiras fechadas

    Na tarde desta terça-feira, em reunião virtual, líderes da União Europeia decidiram oficializar o fechamento das fronteiras da comunidade para voos "não essenciais" vindos de fora e que sairiam para outros países. A medida vale a partir da meia-noite desta quarta-feira (18). No entanto, Portugal mantém algumas exceções.

    Logo após a conferência, o Primeiro-Ministro português, António Costa, anunciou que vai manter ligações aéreas com países onde há forte presença da comunidade lusa. São eles: Canadá, Estados Unidos, Venezuela, África do Sul e todos os de língua portuguesa. "No caso concreto do Brasil, serão restringidas as rotas exclusivamente a dois pontos, Lisboa - Rio de Janeiro e Lisboa - São Paulo", disse Costa em coletiva.

    Na manhã desta quarta, também será realizada a reunião do Conselho de Estado convocado pelo Presidente da República, para avaliar o decreto de Estado de Emergência no país.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (455)

    Mais:

    Portugal registra 1ª morte causada por coronavírus
    Casos de coronavírus no Brasil sobem para 291, diz Ministério da Saúde
    Governo tenta mostrar que Brasil 'está atento' ao coronavírus, diz economista
    Restrições impostas por coronavírus diminuem poluição na Europa
    Tags:
    COVID-19, TV Globo, Portugal, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar