15:25 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    2120
    Nos siga no

    Veículo blindado de transporte de tropas Stryker americano pegou fogo durante marcha em autoestrada polonesa e falha de sistema anti-incêndio foi registrada.

    O veículo na ocasião estava tripulado pelo seu comandante e o motorista, membros do 2° Regimento de Cavalaria do Exército americano.

    Antes de o veículo blindado de transporte de tropas Stryker pegar fogo, ambos os tripulantes ouviram barulhos no interior do veículo.

    Contudo, conforme publicou o portal Russkoe Oruzhie, os dois militares não conseguiram lidar com as chamas, enquanto o sistema automático anti-incêndio não funcionou.

    Stryker do 2° Regimento de Cavalaria do Exército americano pegou fogo em estrada na Polônia. As duas pessoas que estavam no veículo não se feriram. Elas relataram ter ouvido um barulho antes do fogo.

    Desta forma, os militares precisaram de ajuda dos bombeiros locais para apagar o incêndio.

    Não se sabe até que grau o Stryker foi afetado, mas ambas as pessoas a bordo não se feriram.

    Outros incidentes

    Ainda em 2015, um Stryker americano se chocou com um carro na Polônia. Já em 2018, quatro unidades do modelo se chocaram, ferindo 13 soldados americanos na Lituânia.

    O veículo está a serviço dos EUA desde 2002. Capaz de transportar 11 militares, o Stryker atinge velocidade máxima em estrada de cerca de 100 km/h.

    Vale destacar que o Stryker pode ser munido com metralhadoras de 12,7 mm e 7,62 mm, ou um lançador de granadas de 40 mm.

    Contudo, um módulo de guerra com um canhão de 30 mm tem sido instalado nos Stryker devido ao seu baixo poder de fogo em relação ao blindado russo BTR-82A.

    Mais:

    Programa prioritário de substituição de blindado dos EUA é cancelado pela 3ª vez
    Superioridade blindada: por que Rússia tem mais tanques do que OTAN?
    NI revela qualidades do 'supertanque' soviético que ultrapassava blindados da OTAN
    Tags:
    incêndio, fogo, Polônia, EUA, incidente, blindado, Stryker
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar