15:39 24 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    341
    Nos siga no

    O presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, afirmou que pretende dar outra chance ao primeiro-ministro Aleksei Honcharuk, que, no início do dia, entregou uma carta informando sobre seu pedido de demissão.

    "Recebi sua carta de demissão. Sobre os últimos conflitos ou escândalo, decidi dar a você e ao seu governo outra chance, se vocês puderem resolver alguns problemas com os quais nosso povo está preocupado", disse Zelensky ao primeiro-ministro em um vídeo publicado pelo gabinete do presidente no Facebook. 

    Vladimir Zelensky se reuniu com o primeiro-ministro da Ucrânia, Aleksei Honcharuk, e estabeleceu várias tarefas urgentes perante o governo. Em particular, discutiram a otimização do trabalho do Gabinete, a questão de salários justos para ministros e altos executivos de empresas estatais, a demissão de ministros que não alcançaram resultados reais e o estabelecimento de um diálogo com o parlamento. "Agora não é hora de abalar o país economicamente e politicamente", enfatizou o presidente durante a conversa.

    Em anúncio feito na manhã desta sexta-feira, Honcharuk disse que sua decisão estava baseada em uma gravação de áudio vazada, publicada no YouTube, chamada "Como enganar o presidente", que, supostamente, mostra o premiê dizendo que o chefe de Estado tinha "um entendimento primitivo de economia".

    O serviço de imprensa do governo ucraniano disse que não tem informações sobre a autenticidade da gravação, mas Honcharuk, por sua vez, disse que a mesma foi editada e faz parte de uma trama organizada por opositores.

    Honcharuk foi nomeado primeiro-ministro da Ucrânia em 29 de agosto de 2019. Anteriormente, ele atuou como vice-chefe do gabinete presidencial.

    Mais:

    Ucrânia assina com a Rússia novo contrato de 5 anos para trânsito de gás russo
    Ucrânia e OTAN realizarão exercícios militares conjuntos em outubro
    Ucrânia pede que Irã formalize culpa por queda de avião em documento internacional
    Tags:
    Europa, governo, primeiro-ministro, presidente, renúncia, Vladimir Zelensky, ucranianos, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar