14:34 04 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    11643
    Nos siga no

    A chanceler alemã Angela Merkel declarou, após seu encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, que o projeto Nord Stream 2 será benéfico não só para a Alemanha, mas também para outros países europeus.

    Durante a coletiva de imprensa realizada neste sábado (11) após a reunião com Vladimir Putin, a chanceler também notou que o projeto "é muito importante" e discordou da abordagem norte-americana de impor sanções às empresas envolvidas no Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2).

    "Nós falamos, claro, sobre o projeto Nord Stream. Ele está legitimado através da nova legislação europeia, e nós precisamos de finalizá-lo. A Alemanha e outros países da Europa irão se beneficiar do Nord Stream", declarou Merkel.

    Para ela, o projeto deve ser realizado, mesmo após a imposição de sanções norte-americanas.

    "Esse é sobretudo um projeto econômico, o qual nós consideramos correto […] Eu considero que, depois das discussões sobre a possibilidade de se finalizar o Nord Stream 2, apesar das sanções, o lado russo apresentou um prazo, há algum atraso, mas ele pode realmente ser terminado", disse Merkel.

    "Eu gostaria de repetir que, mesmo com todas as divergências políticas com os EUA […] nós continuamos apoiando o projeto, tal como antes, uma vez que trata-se essencialmente de um projeto econômico", declarou a chanceler.

    O presidente russo, por sua vez, afirmou que seu país tem capacidade de finalizar a construção do gasoduto de maneira independente e que as obras devem estar concluídas, no mais tardar, no início de 2021.

    Dinamarca autoriza a construção do gasoduto Nord Stream 2. Trabalhador da companhia acelera os trabalhos na região de Leningrado, Rússia
    © Sputnik / Ilia Pitaev
    Dinamarca autoriza a construção do gasoduto Nord Stream 2. Trabalhador da companhia acelera os trabalhos na região de Leningrado, Rússia

    A chanceler alemã Angela Merkel também declarou que os países devem empreender todos os esforços para a manutenção do acordo nuclear iraniano. 

    Angela Merkel e Vladimir Putin se reuniram neste sábado (11), no Kremlin, em Moscou, para diálogo bilateral. 

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar