10:59 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    4198
    Nos siga no

    O nome Holanda como forma de designar os Países Baixos deixou oficialmente de existir em 1 de janeiro de 2020. As autoridades locais, empresas privadas e universidades devem passar a usar somente o nome Países Baixos.

    Segundo o Governo, esta decisão redistribuirá o fluxo turístico.

    Os Países Baixos são compostos por doze províncias diferentes. A palavra Holanda na verdade somente se refere a duas províncias, Noord-Holland e Zuid-Holland, e tem sido utilizada pela Secretaria de Turismo para promover o país.

    Agora, a maioria dos visitantes conhece apenas cidades como Amsterdã, Haarlem e Haya, porém, o restante do país permanece desconhecido para muitos, informa o jornal britânico The Sun.

    Ao reformar o nome, as autoridades buscam atrair o interesse dos turistas por outras regiões, assim como alterar sua imagem internacional. Ao mesmo tempo, as excursões aos "distritos da luz vermelha" foram quase completamente canceladas e o número de bordéis legais foi reduzido.

    As autoridades do país destinaram ao todo 200 mil euros (R$ 900 mil) para a alteração formal do nome.

    Além disso, os Países Baixos fecharam seus escritórios de turismo na Espanha, Itália e Japão neste ano, favorecendo os países que enviam um maior número de visitantes empresariais e turistas.

    Mais:

    'Turismo vermelho' pode representar nova ferramenta de pressão econômica chinesa
    Desenvolvimento do turismo de Portugal contribui para reduzir índice de desemprego
    Premiê holandês diz que compartilha 'preocupações' em comum com os EUA em relação a 5G
    Tags:
    Europa, nome, turismo, Países Baixos, Holanda
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar