10:36 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Funcionários da empresa de assistência em escala Portway decidiram entrar em greve de três dias por questões trabalhistas pondo em risco o serviço de aeroportos em Portugal.

    A ação envolve funcionários que prestam assistência a aeronaves nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Funchal.

    Conforme publicou o portal RTP Notícias, a ação já tem causado atrasos de vários voos no país, enquanto a greve deverá se estender por três dias.

    Além disso, na capital Lisboa, as aeronaves assistidas pela Portway não estão recebendo carga, enquanto 90% dos trabalhadores da empresa na cidade paralisaram seus trabalhos.

    Por sua vez, a agência Reuters noticiou que os atrasos têm sido de 20 a 80 minutos. Também existe o risco de voos serem cancelados.

    Questões trabalhistas

    Ainda de acordo com a mídia, a ação foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC) de Portugal.

    Para os funcionários da empresa, a Portway não cumpriu com o descongelamento das progressões nas carreiras conforme prometido em um acordo da companhia assinado em 2016.

    Além disso, o SINTAC duvidou dos dados concedidos pela empresa sobre o aumento salarial de seus funcionários.

    "[Com o intuito] de não baixar os seus lucros a fim de poder encher ainda mais os cofres do grupo Vinci [grupo detentor da Portway]", disse Fernando Simões, funcionário do SINTAC, sobre a suposta política da empresa.

    Ainda de acordo com o sindicalista, em períodos onde há maior concentração de voos não haverá capacidade para realizar todo o trabalho.

    Mais:

    Caminhoneiros estão divididos sobre nova greve: 'Temos que cuidar da gente'
    VÍDEO mostra momento em que furgão choca violentamente contra aeroporto na Flórida
    Menina adolescente sequestra avião e bate em edifício de aeroporto nos EUA (VÍDEO)
    Despesas de Portugal e outros países com OTAN
    Tags:
    atraso, greve, Portugal, empresa, Funchal, Faro, Porto, Lisboa, aeroporto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar