08:34 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    7240
    Nos siga no

    Muitos dos objetos têm estampadas suásticas e outros elementos da simbologia nazista.

    Pentes, navalhas de barbear, escovas de dentes, objetos de porcelana, tabuletas e um isqueiro são alguns de muitos artefatos recuperados após semanas de escavações realizadas nas ruínas do bunker, conhecido como a Toca do Lobo, um dos maiores quartéis militares de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial, localizado na Polônia, perto de povoação Parcz.

    "Estes são elementos que mostram como os quartéis funcionavam durante a guerra", explicou Zenon Piotrowicz, diretor-executivo do bunker.

    Muitos dos objetos têm suásticas e outros emblemas nazistas. "Evitamos intencionalmente a palavra souvenir (lembrança), porque não gostamos de nos lembrar destas coisas", explicou ele relativamente aos artigos.

    O bunker foi construído em 1941 sob fortes medidas de segurança e era o esconderijo mais secreto de Hitler, localizado na antiga região alemã da Prússia Oriental.

    Foi neste bunker que, em julho de 1944, um grupo de oficiais do Exército alemão tentou matar Hitler, detonando uma bomba na chamada Operação Valquíria. Cerca de 5.000 alemães suspeitos de estar envolvidos na conspiração fracassada foram executados.

    Anteriormente, pesquisadores encontraram restos de uma horta no enorme complexo de bunkers, aproximadamente a 900 metros da Toca de Lobo.

    Mais:

    Caçada a Adolf Hitler: como tentaram aniquilar o Fuhrer
    Por que Alemanha de Hitler nunca construiu bomba nuclear própria?
    Tags:
    Polônia, Segunda Guerra Mundial, bunker, artefatos, Alemanha, nazismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar