19:51 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Trump e Macron

    Trump afirma que declarar 'morte cerebral' da OTAN é um insulto

    © AP Photo / Carolyn Kaster
    Europa
    URL curta
    7217
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que a declaração de Macron sobre "morte cerebral" da OTAN foi "desagradável e desrespeitosa".

    Em meados de novembro, o presidente francês, Emmanuel Macron, questionou o compromisso dos EUA com a OTAN, e ressaltou que a falta de vontade de Washington em defender seus aliados havia colocado a Europa "à beira do precipício”.

    Trump, por sua vez, afirmou que as recentes declarações do presidente francês, sobre a "morte cerebral" da OTAN foram "muito, muito desagradáveis e desrespeitosas".

    Ele também citou que as palavras de Macron foram "muito insultantes", adicionando que a OTAN serve um grande propósito.
    Presidente dos EUA, Donald Trump, fala com repórteres antes de embarcar para a Conferência de Líderes da OTAN, em 2 de dezembro de 2019
    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Presidente dos EUA, Donald Trump, fala com repórteres antes de embarcar para a Conferência de Líderes da OTAN, em 2 de dezembro de 2019

    Vale destacar que Macron questionou o compromisso dos EUA e da OTAN, além de afirmar a falta de vontade de Washington em defender seus aliados, deixando a Europa "à beira do precipício".

    "O que estamos experimentando é a morte cerebral da OTAN", observou Macron.

    Além disso, Macron enfatizou que chegou o momento de a Europa atuar como uma potência geopolítica independente, começando a recuperar a "soberania militar" e a reiniciar o diálogo com a Rússia.

    Por sua vez, o ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire, afirmou nesta terça-feira (3) que a ameaça norte-americana é "inaceitável", e alertou que, "em caso de novas sanções norte-americanas, a UE estaria disposta a respondê-las".

    Tags:
    impostos, taxas, sanções, Emmanuel Macron, Donald Trump, França, EUA, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar