17:52 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Estudantes observam o degelo na Groenlândia. A ilha é alvo de interesses internacional em função da sua posição estratégica.

    Groenlândia vira prioridade da Dinamarca após despertar interesse dos EUA

    © AP Photo / Felipe Dana
    Europa
    URL curta
    7361
    Nos siga no

    O último relatório de avaliação de risco do Serviço de Inteligência de Defesa da Dinamarca mostrou uma grande mudança nas prioridades do país, com o território da Groenlândia assumindo a primeira posição no ranking.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, surpreendeu a Dinamarca em agosto ao sugerir que Washington poderia comprar o território semiautônomo do reino, localizado na América do Norte. As autoridades dinamarquesas, no entanto, recusaram firmemente a oferta.

    Com essa mudança, a Groenlândia se torna a principal fonte de preocupação da segurança da Dinamarca, à frente das ameaças terroristas e do cibercrime, por exemplo. No entanto, essa priorização não se justifica apenas pela tentativa de aliciamento por parte dos EUA. 

    ​O Serviço de Inteligência argumenta que o "jogo de poder" na região do Ártico, onde a ilha está localizada, se intensificou nos últimos anos, aumentando a preocupação da Dinamarca, escreve a BBC. O país, Rússia, Canadá e EUA estão em desacordo na área, apresentando suas reivindicações diversas e conflitantes sobre os territórios do Ártico às Nações Unidas.

    "Apesar da ambição compartilhada das nações do Ártico em manter a região livre de desentendimentos sobre políticas de segurança, o foco militar no Ártico está crescendo. Um jogo de poder está se desenrolando entre as grandes potências Rússia, Estados Unidos e China, o que aprofunda as tensões na região", disse um representante da inteligência dinamarquesa à BBC. 

    ​O canal britânico destaca que, embora faça parte da Dinamarca, a Groenlândia tem uma autonomia significativa, que inclui a possibilidade de assinar grandes acordos internacionais, como o que mantém com a China no setor de mineração.

    Além disso, a importância estratégica da Groenlândia vem crescendo em meio ao aumento do transporte no Ártico e à concorrência por minerais raros. As águas do Ártico estão se tornando mais navegáveis por causa do derretimento do gelo na região, associado ao aquecimento global

    ​Esse aumento da importância do Ártico no cenário internacional tem levado os EUA a tentar impedir ostensivamente a expansão da presença russa na região, com a construção de bases militares lá para impedir isso. Moscou, por sua vez, não planeja interromper suas missões de exploração na área, onde os depósitos de recursos, incluindo combustíveis fósseis, estão se tornando cada vez mais disponíveis com o avanço lento das tecnologias de perfuração e o recuo do gelo.

    Mais:

    EUA manifestam interesse em reforçar cooperação com Dinamarca no Ártico
    Dinamarca aumentará cooperação militar com Groenlândia após proposta de venda de Trump
    FOTOS da NASA trazem à tona meio século de derretimento de geleiras na Groenlândia
    Após querer comprar a ilha, Trump recebe diplomatas da Groenlândia para discutir presença no Ártico
    Tags:
    segurança, BBC, Ártico, China, Rússia, Donald Trump, Washington, Europa, América do Norte, EUA, Estados Unidos, Dinamarca, Groenlândia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar