17:39 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump e presidente da Turquia Recep Erdogan durante o encontro na cúpula do G20 em Osaka

    Erdogan chama morte de líder do Daesh de 'ponto de virada' na luta antiterrorista

    © AP Photo / Susan Walsh
    Europa
    URL curta
    1270
    Nos siga no

    A morte de Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Daesh, anunciada pelos Estados Unidos, foi elogiada pelo presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, neste domingo (27). O Ministério da Defesa da Rússia não confirmou a morte de al-Baghdadi.

    Para o presidente turco, o anúncio da morte da liderança do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países) é um "ponto de virada" na luta contra terrorismo, acrescentando que a Turquia está determinada a continuar contribuindo, na luta contra o terror.

    A fala de Erdogan foi publicada em sua conta oficial no Twitter:

    O assassinato do líder do Daesh marca um ponto de virada em nossa luta conjunta contra o terrorismo. A Turquia continuará apoiando os esforços antiterror - como fez no passado. Tendo pago o preço mais alto na luta contra o Daesh, PKK / YPG [Partido dos Trabalhadores do Curdistão e Unidades de Proteção do Povo Curdo] e outras organizações terroristas, a Turquia saúda essa notícia. Estou confiante de que uma luta decisiva contra o terrorismo, alinhada ao espírito de aliança, trará paz a toda a humanidade.

    O terrorista fez sua primeira aparição na mídia em 2014, quando o Daesh se declarou um califado sob a liderança de al-Baghdadi. Desde então, ele foi manchete várias vezes sendo alegado morto.

    No início do dia, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a morte de al-Baghdadi na província síria de Idlib e agradeceu à Rússia, Iraque, Síria e Turquia por sua assistência no curso da operação.

    A Rússia, em particular, foi elogiada pela contribuição ao abrir o espaço aéreo sírio sob seu controle para a frota norte-americana de helicópteros alcançar al-Baghdadi, afirmou o presidente dos EUA.

    Morte de al-Baghdadi não foi confirmada pela Defesa russa

    Mais cedo, o Ministério da Defesa da Rússia afirmou ainda não possuir dados fidedignos sobre a realização de uma operação pelos EUA em Idlib para a eliminação do líder do Daesh.

    A declaração do major-general e representante do órgão, Igor Konashenkov, acrescentou ainda que nenhum ataque aéreo por parte dos EUA foi registrado em Idlib nos últimos dias. O oficial também afirmou que o número crescente de países que afirmam ter participado da operação coloca em dúvida a veracidade das informações.

    Mais:

    Líder do Daesh teria morrido em operação americana na Síria
    Ministério da Defesa da Rússia não confirma informação dos EUA sobre morte de Abu Bakr al-Baghdadi
    Morte de líder do Daesh é confirmada por inteligência iraquiana, diz mídia
    Trump confirma morte de líder do Daesh
    Tags:
    Idlib, Igor Konashenkov, Estados Unidos, Donald Trump, Ministério da Defesa da Rússia, Recep Tayyip Erdogan, Daesh
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar