23:02 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Chegada do avião presidencial em Pequim.

    Espanha pede 8 anos de prisão a militar da comitiva presidencial preso com R$ 6,5 milhões em cocaína

    © Foto / Isac Nóbrega/PR
    Europa
    URL curta
    16281
    Nos siga no

    O Ministério Público da Espanha defende que o sargento brasileiro Manoel Silva Rodrigues deve cumprir pena de 8 anos de prisão por tráfico de drogas e pagar multa de € 4 milhões (R$ 18,2 milhões).

    O militar foi detido durante escala em Sevilha em um avião da Força Área Brasileira (FAB) da comitiva presidencial de Jair Bolsonaro (PSL), que estava a caminho da cúpula do G7 em Osaka, no Japão. 

    De acodo com a promotoria espanhola, segundo informações obtidas pelo jornal El País, Rodrigues transportava 37 quilos da droga, quantidade com valor estimado em R$ 6,5 milhões, com uma pureza de 80,14%. A investigação concluiu que Rodrigues era uma mula e teria um encontro com uma segunda pessoa para repassar a cocaína. A Espanha, contudo, não conseguiu identificar outros envolvidos no episódio de tráfico internacional.

    Seis militares brasileiros foram para Sevilha na semana passada, onde o sargento brasileiro segue detido, para interrogar Rodrigues. À época da prisão, Bolsonaro classificou o episódio como "inaceitável" e solicitou investigação sobre o episódio. 

    Ainda de acordo com o jornal El País, antes de viajar na comitiva de Bolsonaro, Rodrigues já havia participado de viagens internacionais de Michel Temer (MDB).

    Mais:

    Colombianos são presos no Panamá com 5 toneladas de cocaína
    Alemanha apreende US$ 392 milhões em cocaína em navio vindo do Brasil
    Juiz mexicano aprova cocaína recreativa para dois usuários
    'Tudo muito estranho': Preso com 39kg de cocaína em avião da FAB caiu em armadilha, diz defesa
    Guarda Costeira dos EUA apreende submarino clandestino com US$ 165 milhões em cocaína
    Tags:
    Espanha, avião, cocaína
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar