11:45 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Militar das forças especiais durante exercícios táticos no polígono de Dubrovka, Rússia

    Noruega confirma falsidade dos rumores sobre 'agentes russos' em seu território

    © Sputnik / Aleksandr Galperin
    Europa
    URL curta
    271
    Nos siga no

    Rumores sobre forças especiais russas no arquipélago Svalbard e na Noruega continental não são verdadeiros, segundo o Ministério da Defesa, as Forças Armadas e o Serviço de Segurança Policial (PST) da Noruega.

    Refutando rumores propagados por veículos de comunicação, um porta-voz das Forças Armadas norueguesas afirmou ao jornal Klassekampen que "é completamente desconhecido para o Ministério da Defesa e para as Forças Armadas da Noruega que houve atividade militar russa em solo norueguês. Isso inclui Svalbard".

    O Serviço de Segurança Policial norueguês também rejeitou os rumores sobre vigilância e exercícios de sabotagem russos.

    "Não podemos dizer que a notícia é verdadeira", afirmou o PST para o jornal Klassekampen em referência à notícia sobre presença de forças especiais russas em solo norueguês.

    Exercício militar russo

    Na semana passada, a Rússia realizou um exercício militar no mar de Barents, algo confirmado tanto pelas autoridades russas como norueguesas. O exercício aconteceu perto de Svalbard, mas nunca violou qualquer regra internacional.

    O site norueguês AldriMer publicou no dia 27 de setembro uma notícia de que foram encontrados combatentes de forças especiais russas na Noruega continental, bem como no arquipélago Svalbard.

    Fontes de serviços secretos noruegueses e da OTAN foram citadas pelo site, que afirmou que militares russos efetuaram reconhecimento de campo nas áreas acima mencionadas e analisaram instalações importantíssimas.

    De acordo com AldriMer, soldados russos foram interceptados por aviões de vigilância dos EUA. Além disso, o site escreveu que agentes russos realizaram "missões de reconhecimento na Noruega continental", se passando por civis.

    'Provocação grosseira'

    A embaixada russa em Oslo criticou notícias sobre forças especiais russas em solo norueguês, considerando-as "notícias falsas" e "provocação grosseira" destinada a reforçar os gastos da Defesa, dando como desculpa "ameaça russa" falsa.

    Embora a notícia tenha recebido pouca cobertura na mídia norueguesa, ela foi amplamente propagada pelo mundo. Agora, as autoridades norueguesas comentaram e desconsideraram os rumores falsos.

    Mais:

    Estados Unidos se preparam para guerra simultânea contra Rússia e China?
    EUA manifestam interesse em reforçar cooperação com Dinamarca no Ártico
    Lituânia pretende suspender acesso ao site da Sputnik
    Tags:
    forças especiais, Noruega, Rússia, desinformação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar