14:50 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Terremoto deixou um rastro de destruição na Albânia

    Pior terremoto dos últimos 30 anos atinge várias cidades na Albânia

    © REUTERS / Florion Goga
    Europa
    URL curta
    242
    Nos siga no

    Um forte terremoto atingiu a Albânia na tarde deste sábado, forçando moradores a irem para as ruas em várias cidades, provocando cortes de energia na capital e o colapso de alguns edifícios em uma vila próxima.

    "Não há mortes", informou a porta-voz do Ministério da Defesa da Albânia, Albana Qajaj, à agência AFP. "Cerca de 20 pessoas foram ao hospital devido a ferimentos leves causados por objetos que caem ou partes de paredes, além de ataques de pânico", acrescentou.

    Ela acrescentou que casas e edifícios em Tirana haviam sido danificados, mas ainda estavam de pé e que o ministério estava acessando danos em outras cidades e vilas.

    O Ministério da Defesa da Albânia declarou que "foi o terremoto mais forte do país nos últimos 20 a 30 anos".

    O epicentro do terremoto, com magnitude 5,6 e profundidade de 10 km, estava localizado perto de Durres, a menos de 40 km a oeste da capital Tirana, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

    Repórteres e testemunhas viram janelas quebradas e fissuras profundas nas fachadas dos edifícios em Durres, bem como na capital. Mercadoria em um supermercado foi vista espalhada pelo chão.

    Segundo o Ministério do Interior da Alemanha, a Albânia já é um país seguro e, por isso, todos os pedidos de asilo albaneses serão recusados
    Bandeira da Albânia

    Caos em Tirana

    A alvenaria em queda danificou os carros estacionados em Tirana. Na Universidade de Tirana, o prédio do departamento de geologia também foi danificado, segundo testemunhas. A mídia informou que um grande edifício em Tirana foi seriamente danificado e que os moradores estavam sendo evacuados.

    Ainda segundo relatos da mídia local, pelo menos duas pessoas ficaram levemente feridas e uma dúzia de casas desabou na vila de Helmes, a 10 km de Tirana.

    Em Tirana, muitas pessoas com medo de tremores secundários permaneceram fora de suas casas por várias horas.

    "Receio voltar porque um terremoto tão forte pode ser seguido com outras pessoas", comentou uma moradora de 50 anos, Drita Lohja.

    Dois outros terremotos seguiram o forte que ocorreu por volta das 16h (hora local) e foi sentido nos vizinhos Montenegro e Itália, mas também na ilha grega de Corfu, segundo alguns usuários do Twitter.

    Linhas de eletricidade e telefone foram cortadas em Tirana e em várias outras cidades e vilarejos.

    Mais:

    Kosovo revoga controle de fronteira com a Albânia
    Após resolver pendência diplomática histórica com Macedônia, Grécia mira Chipre e Albânia
    OTAN construirá 1ª base aérea na Albânia
    Tags:
    Itália, Montenegro, destruição, terremoto, Albânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar