07:53 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Agentes da polícia norueguesa em Oslo (arquivo)

    Polícia norueguesa acredita que co-fundador do WikiLeaks morreu em acidente de caiaque

    © AFP 2019 / ODD ANDERSEN
    Europa
    URL curta
    515
    Nos siga no

    A polícia norueguesa afirmou nesta sexta-feira estar encerrado as investigações do caso envolvendo o desaparecido do co-fundador do WikiLeaks.

    Segundo a polícia da Noruega, as evidências sugerem que o co-fundador do site WikiLeaks morreu em um acidente de caiaque no ano passado.

    Arjen Kamphuis, um especialista holandês em segurança cibernética, foi visto pela última vez saindo de um hotel na cidade norueguesa de Bodo, em 20 de agosto de 2018.

    "A polícia concluiu que Kamphuis provavelmente sofreu um acidente na noite de 20 de agosto de 2018, enquanto passeava de caiaque no fiorde de Skjerstad [...] e subsequentemente se perdeu no mar", afirmou.

    A polícia acrescentou que o seu corpo nunca foi encontrado. As autoridades, no entanto, recuperaram um caiaque com um furo no casco e um remo, bem como alguns pertences pessoais de Kamphuis flutuando no mar.

    O celular de Kamphuis foi brevemente ligado, dez dias depois do seu desaparecimento. A investigação descobriu, entretanto, que o aparelho foi retirado da água por motoristas de caminhão que acharam que o item tinha sido descartado.

    Tags:
    Noruega, acidente, morte, WikiLeaks
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar