09:06 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, fala com o presidente dos EUA, Donald Trump, durante a cúpula do G7 no Canadá

    G7 pode terminar sem comunicado conjunto pela primeira vez desde 1975

    © AP Photo / Jesco Denzel/German Federal Government
    Europa
    URL curta
    4120
    Nos siga no

    A cúpula do G7, que será realizada na França neste final de semana, pode terminar sem um comunicado conjunto devido a grandes lacunas entre os países membros sobre questões comerciais e climáticas.

    A informação foi publicada pela emissora japonesa NHK nesta terça-feira (19).

    Seria a primeira vez que uma cúpula do G7 terminaria sem um comunicado desde o início das reuniões, em 1975, disse a NHK.

    Encontrar um terreno comum entre os aliados tem se tornado cada vez mais difícil na cúpula anual com a postura discrepante dos Estados Unidos em pontos como comércio e meio ambiente. 

    O presidente dos EUA, Donald Trump, expressou sua preferência por pactos comerciais bilaterais sobre acordos multilaterais e está lutando em uma longa guerra comercial com a China.

    Trump também retirou os Estados Unidos do Acordo de Paris, que tem como objetivo mitigar os efeitos da mudança climática. 

    A cúpula será realizada de 24 a 26 de agosto na cidade de Biarritz, no sudoeste da França. O G7 é formado por Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Japão, Alemanha, Itália, Canadá e União Européia.

    Mais:

    Dinamarca venderia? Jornal americano diz que Trump está interessado na compra da Groenlândia
    'Brincadeira do Dia da Mentira': políticos da Dinamarca sobre 'compra' da Groenlândia por Trump
    Trump sugere bloqueio naval da Venezuela
    Trump confirma ter interesse em comprar Groenlândia
    Tags:
    G7
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar