07:21 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Catedral de Notre-Dame de Paris em chamas

    Guardian pede desculpas por sugerir que foto da Sputnik do incêndio de Notre-Dame foi alterada

    © Sputnik /
    Europa
    URL curta
    1102
    Nos siga no

    O jornal The Guardian publicou agora um pedido de desculpas após ter acusado a Sputnik de publicar uma foto adulterada para reforçar a narrativa antimuçulmana. A foto, afinal, era verdadeira.

    A edição The Guardian admitiu ter errado ao acusar injustificadamente a Sputnik de divulgação de notícias falsas, quatro meses após o ter afirmado.

    O jornal The Guardian publicou um pedido de desculpas após afirmar que a foto da Sputnik teria sido adulterada
    © Foto / Instagram / The Guardian
    O jornal The Guardian publicou um pedido de desculpas após afirmar que a foto da Sputnik teria sido adulterada

    Exatidão é importante para nós, então se você é fã da nossa série Falso ou Verdadeiro?, leia isso, por favor:

    No episódio do Falso ou Verdadeiro?, publicado no dia 19 de abril, nós sugerimos que uma foto que se tornou viral durante o incêndio em Notre Dame tenha sido adulterada, escreveu o jornal na segunda-feira na sua página do Instagram.

    Nós fomos contatados pelo proprietário dos direitos e autor da Sputnik France, e reconhecemos que a fotografia não foi sujeita a alterações. Nós pedimos desculpas por sugerir o contrário.

    A fotografia sobre o incêndio de Nortre Dame mostra dois homens sorrindo em frente à catedral em chamas e foi considerada como "falsa", na rubrica do The Guardian no Instagram " Falso ou Verdadeiro?".

    O jornal afirmou que a fotografia teria sido alterada em uma tentativa de fazer parecer que os muçulmanos estavam a celebrar a tragédia (apesar de a fotografia, publicada no Facebook da Sputnik, não ter quaisquer comentários sobre os homens).

    Após as graves acusações aparecerem na mídia, a Sputnik France apresentou provas de que a foto não fora alterada, fornecendo metadados onde qualquer um poderia verificar como e quando ela foi tirada.

    Na verificação da AFP, descobriu-se que os dois homens na foto são estudantes de arquitetura, que disseram ter ficado chocados com o incêndio da Notre Dame.

    Mais:

    Guerra entre os Poderes: PGR x STF duelam por inquérito sobre fake news
    Rússia pede cooperação internacional no combate contra notícias falsas
    Tags:
    Notre Dame, fotografia, fake news, acusações, The Guardian, Sputnik
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar