14:38 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Primeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia

    General dos EUA: acordo turco-russo sobre S-400 desencadeou pior crise da OTAN em décadas

    © REUTERS / Handout
    Europa
    URL curta
    173516
    Nos siga no

    A decisão turca de avançar com a compra de sistemas S-400, fabricados na Rússia, colocou os laços entre EUA e Turquia em um impasse e representa ameaça à estabilidade da OTAN, afirmou general americano.

    "A compra do sistema S-400 é literalmente contrária à política da OTAN relativamente à aquisição de sistemas militares russos e é inaceitável. Há décadas que não temos uma tensão como esta entre os países da OTAN", disse ao jornal The Times o general Jack Keane, ex-vice-chefe do Estado-Maior do Exército dos EUA e conselheiro independente do presidente americano Donald Trump.

    De acordo com o general, Washington esteve certo ao decidir suspender Ancara do programa F-35, mas essa decisão coloca "um problema real para a OTAN".

    Keane recorda que Ancara era o único membro muçulmano do bloco e "o caminho para o Oriente Médio e a Ásia", além de ser "o país estrategicamente mais bem localizado na aliança".

    "A Turquia não tem sido um aliado fiável da OTAN há algum tempo, mas não existe um mecanismo para expulsar os maus aliados", declarou o ex-embaixador dos EUA na Turquia, Eric Edelman, adicionando que Washington e Ancara estão "entrando em uma crise grave e prolongada".

    Na quarta-feira (17), a Casa Branca anunciou que as entregas tornaram "impossível" a continuação da participação do país no programa F-35, após os primeiros carregamentos de sistemas de defesa aérea russos S-400 terem chegado à Turquia.

    Deterioração nas relações

    Há anos que as relações entre os EUA e a Turquia estão tensas, o que se intensificou no final de 2017, quando Ancara assinou um contrato de US$ 2,5 bilhões com Moscou para a compra de quatro conjuntos de sistemas de defesa antimísseis S-400.

    Um ano depois, os EUA ofereceram à Turquia um contrato de US$ 3,5 mil milhões para os seus sistemas de mísseis Patriot, mas as autoridades turcas ainda não aceitaram o acordo, dizendo que Moscou ofereceu melhores condições para o seu sistema de defesa antimísseis.

    Primeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia
    © REUTERS / Ministério da Defesa da Turquia
    Primeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia

    Com a recusa turca do acordo americano, Washington ameaçou Ancara com sanções e com o cancelamento de entregas de F-35 ao país, apesar do envolvimento de longa data da Turquia no programa de desenvolvimento e produção destes caças.

    Mais:

    'Impossível': EUA revelam razões para não repassar F-35 aos turcos após compra do S-400
    Após S-400, Turquia está proibida de comprar mais F-35s, diz Trump
    'Só resta dizer bravo': reação da mídia turca sobre entrega dos sistemas russos S-400
    Tags:
    OTAN, S-400 Triumph, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar