15:14 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente do Conselho Europeu Donald Tusk

    Líder europeu diz que processo do Brexit é 'vacina contra propaganda anti-UE'

    © REUTERS / Yves Herman
    Europa
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, classificou a situação do Brexit como uma vacina contra a propaganda anti-União Europeia, afirmando que os eleitores europeus haviam tirado conclusões sobre o que a saída do bloco significa na prática.

    "Conforme os europeus vêem o que Brexit significa na prática, eles também tiram conclusões. O Brexit tem sido uma vacina contra a propaganda anti-UE [União Europeia] e notícias falsas", disse ele a repórteres após uma reunião informal da União Europeia.

    Segundo Tusk, a esmagadora maioria dos cidadãos da União Europeia votou nas recentes eleições parlamentares europeias a favor de um bloco mais eficiente, forte e unido.

    "De fato, à medida que as pessoas se tornaram mais pró-europeias, alguns dos principais partidos euro-céticos abandonaram os seus slogans anti-europeus e se apresentaram como reformadores da União Europeia. Esta é uma evolução positiva. Não tenho dúvidas de que uma das razões no continente ter votado a favor da maioria pró-europeia, também é o Brexit", disse Tusk.

    O líder europeu também afirmou estar feliz com o número de pessoas que foram às urnas, o maior em 25 anos.

    "Ao mesmo tempo, teremos um Parlamento um pouco mais complexo, exigindo pelo menos três partidos para formar a maioria. Isso também torna o Parlamento Europeu mais representativo. Isso refletirá uma diversidade muito maior de pontos de vista e sensibilidade nacional", disse Tusk.

    O destino do Brexit continua não traçado, uma vez que o acordo sobre as condições de saída do Reino Unido da União Europeia não foi aprovado pelo Parlamento do Reino Unido. A data para que país deixe o bloco europeu é 31 de outubro.

    Mais:

    20 anos de espera: acordo entre Mercosul e União Europeia deve sair em 1 mês, diz jornal
    Juncker revela quais países impedem a aguardada reforma da União Europeia
    Salvini diz que prefere Rússia do que Turquia na União Europeia
    União Europeia ignora recomendação dos EUA de banir Huawei de redes 5G
    Tags:
    Brexit, Parlamento Europeu, Conselho Europeu, União Europeia, Donald Tusk, União Europeia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar