07:24 08 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    373
    Nos siga no

    Nesse mês, as eleições parlamentares da União Europeia foram caracterizadas pela vantagem significativa dos partidos de direita da Europa.

    Isso porque o líder do partido de extrema-direita eurocético, Liga, obteve o primeiro lugar nessas eleições europeias.

    O sucesso do partido Liga da Itália, do partido Rassemblement National da França e do partido Brexit do Reino Unido nas últimas eleições para o Parlamento Europeu indica sinais de mudanças na Europa, além de marcar o início de um "novo Renascimento europeu", afirmou Matteo Salvini, vice-primeiro-ministro e ministro do Interior da Itália.

    "Nasce uma nova Europa. Estou orgulhoso que a Liga está participando desse novo Renascimento europeu", disse Salvini após as pesquisas apontarem que seu partido havia obtido entre 27 e 31% dos votos.

    Uma única palavra: Obrigado, Itália!

    "Significativamente, como a 'Liga' se tornou o partido dominante na Itália, Marine Le Pen assumiu a liderança na França e Nigel Farage no Reino Unido", ressaltou Salvini, destacando que "esse é um sinal de que a Europa está mudando, a Europa está cansada de ser escrava das elites, corporações e potências".

    A Liga baseou sua campanha em uma plataforma direcionada às políticas atuais da União Europeia, criticando a atual liderança e varrendo à frente de seu aliado de coalizão do governo e rival nas atuais eleições, o Movimento 5 Estrelas.

    Salvini fez questão de destacar que as forças de esquerda que governaram de forma inadequada tanto a Itália quanto a Europa continuam sendo seus oponentes, enquanto seus aliados no governo são seus amigos, com quem retomaria o trabalho conjunto.

    "Os meus aliados no governo são meus amigos", disse Salvini, líder da Liga (extrema-direita), apelando ao parceiro de coligação que "volte ao trabalho com serenidade".

    Obrigado! Ao trabalho para mudar a Europa.

    De acordo com as primeiras projeções, Matteo Salvini venceu as eleições europeias de forma esmagadora, com mais de 33% do total de votos dos italianos.

    O Partido Democrático, de centro-esquerda, conquistou entre 21% e 22%, à frente do Movimento 5 Estrelas, com 18,5% a 22,5%.

    Mais:

    Resultado na Finlândia mostra avanço da extrema-direita antes de eleições na Europa
    Le Pen pede 'revolução pacífica' nas eleições europeias para devolver o poder ao povo
    Chefe europeu critica 'nacionalistas estúpidos' antes de eleições parlamentares
    Tags:
    Europa, partido, eleições parlamentares, parlamentares, eleições
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar