03:43 17 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Sergei Ryabkov

    Rússia convoca comissão do JCPOA para discutir comércio com o Irã

    © Sputnik / Valery Melnikov
    Europa
    URL curta
    360

    A Rússia quer se reunir com os outros signatários do Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), o acordo nuclear iraniano, para discutir quais ações podem ser tomadas para reforçar o mecanismo de comércio da União Europeia com o Irã.

    A informação foi transmitida pelo vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, nesta quarta-feira (22). A reunião servirá para estabelecer parâmetros após o Irã suspender parte de suas obrigações sob o JCPOA.

    "Nós estamos a favor dessa reunião [da comissão conjunta]. Nós temos que ter uma discussão franca […]. Há uma larga quantidade de questões que temos que discutir, incluindo o mecanismo INSTEX, [especificamente] como operar as contas de comércio, como fazer [o mecanismo] se abrir a terceiros países, como expandir suas funções para incluir as exportações de petróleo bruto. Esses tópicos precisam ser discutidos pela comissão conjunta", disse Ryabkov a jornalistas. O vice-ministro também acrescentou que a União Europeia ainda não comentou a iniciativa.

    O INSTEX, sigla em inglês para Instrumento de Apoio ao Comércio Exterior, é um mecanismo criado pela França, Alemanha e Reino Unido em janeiro deste ano com o objetivo de facilitar o comércio entre o Irã e os signatários restantes do JCPOA.

    O mecanismo cria um canal para transações que driblem as sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã e garanta que os signatários — China, França, Alemanha, Rússia, União Europeia e Reino Unido — possam manter relações comerciais com Teerã.

    A suspensão parcial do Irã de suas obrigações sob o acordo nuclear foi disparada após a saída unilateral dos EUA do JCPOA em maio de 2018. Desde então, o presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou sanções com o Irã, o que levou ao aumento das tensões entre Washington e Teerã.

    Mais:

    Ameaças dos EUA fizeram Irã 'pausar' planos violentos, diz chefe do Pentágono
    Aumento de produção de urânio pouco enriquecido pelo Irã não viola acordo, diz Rússia
    Pompeo diz que é 'bem possível' que Irã esteja por trás de ataques a oleoduto saudita
    Irã não negociará com Trump até que EUA mostrem respeito, diz chanceler
    Tags:
    comércio exterior, acordo nuclear, Irã, Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), Instrumento de Apoio ao Comércio Exterior (INSTEX), Donald Trump, Sergei Ryabkov, Washington, Teerã, Reino Unido, União Europeia, Alemanha, França, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar