03:20 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Vladimir Zelensky, vencedor das eleições presidenciais ucranianas

    Kremlin: Putin elogiará Zelensky se ele acabar com guerra e restaurar laços com a Rússia

    © REUTERS / Valentyn Ogirenko
    Europa
    URL curta
    5121

    O presidente russo Vladimir Putin enviará cumprimentos formais a Vladimir Zelensky, mas não até que o novo presidente ucraniano consiga acabar com a guerra no Donbass e reparar os laços com a Rússia, informou o Kremlin.

    Até que o "sucesso em resolver o conflito doméstico no leste da Ucrânia" seja alcançado e as relações Rússia-Ucrânia sejam normalizadas, parabenizar Zelensky faz pouco sentido, declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres.

    Zelensky, ex-comediante e ator de televisão, foi empossado na última segunda-feira em Kiev. Durante seu discurso inaugural aos legisladores ucranianos, ele prometeu tentar recuperar "territórios perdidos", ou seja, a Crimeia e o leste do país.

    "Nosso primeiro objetivo será alcançar um cessar-fogo em Donbass", afirmou ele, referindo-se à região industrial do leste controlada por rebeldes.

    Comentando sobre o apelo de Zelensky, Peskov disse que discutir o status da Crimeia está fora de questão, chamando-a de "uma das regiões da Rússia". Ao mesmo tempo, pode haver um avanço em Donbass.

    "Esta é uma questão [política] doméstica da Ucrânia que pode e deve ser resolvida pelo presidente com base nos acordos de Minsk", pontuou.

    O novo presidente da Ucrânia, que vem de uma família de língua russa, comentou que estará determinado a tomar "decisões difíceis" se ajudar a alcançar a paz — mas nunca abandonará o território ucraniano.

    No entanto, Zelensky deu poucos detalhes de sua política de reconciliação desde que venceu a eleição presidencial de 2019. Ele deixou para uma equipe de assessores, mas tem dito às vezes que estaria pronto para "fazer tudo" para acabar com a guerra no leste do país.

    Mais:

    Ex-presidente Yanukovich quer regressar para Ucrânia após vitória de Zelensky
    Economia da Ucrânia colapsará sem Rússia, prediz ex-ministro ucraniano
    Kiev deve criar armas para atacar Rússia 'em profundidade', afirma especialista ucraniano
    Tags:
    conflito ucraniano, relações bilaterais, diplomacia, Acordos de Minsk, Kremlin, Vladimir Zelensky, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Crimeia, Donbass, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar