09:47 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O navio de assalto anfíbio USS Kearsarge e o contratorpedeiro de mísseis guiados da classe Arleigh Burke, USS Bainbridge.

    UE adverte contra provocações na região do Oriente Médio após Trump prometer 'fim do Irã'

    © AP Photo / Marinha dos EUA
    Europa
    URL curta
    15132
    Nos siga no

    A União Europeia advertiu contra qualquer nova escalada na região do Oriente Médio, à luz das crescentes tensões entre os Estados Unidos eo Irã, disse na segunda-feira a porta-voz da Comissão de Relações Exteriores e Segurança do bloco, Maja Kocijancic.

    "Não vou comentar especificamente nenhum tweet específico, mas na situação mais ampla, eu diria que a região não precisa de mais elementos de desestabilização. Isso é algo que temos dito constantemente, que quaisquer provocações devem ser evitadas e todas esforços devem ser feitos para aliviar as tensões", disse Kocijancic em uma coletiva de imprensa.

    A declaração vem depois do tweet do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump dizer que "se o Irã quiser lutar, isso será o fim oficial" do país.

    As ameaças de Trump aumentaram depois que os Estados Unidos intensificaram sua presença militar no Oriente Médio no início deste mês, no que o assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, chamou de "uma mensagem clara e inequívoca ao regime iraniano".

    A instalação inclui um grupo de ataque, mísseis Patriot, bombardeiros B-52 e caças F-15, segundo o Pentágono.

    O presidente dos EUA afirmou anteriormente que esperava evitar uma guerra com o Irã, enquanto o líder supremo iraniano, Aiatolá Ali Khamenei, por sua vez, disse que o Irã não pretendia travar uma guerra com os Estados Unidos, mas continuaria a resistir a Washington.

    Tags:
    F-15, B-52, Pentágono, Comissão de Relações Exteriores e Segurança da União Europeia, Comissão Europeia, Maja Kocijancic, Aiatolá Ali Khamenei, Donald Trump, Washington, Oriente Médio, Irã, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar