19:46 21 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Logo Huawei

    Theresa May demite secretário de Defesa após vazamento de investigação contra a Huawei

    © AP Photo / Mark Schiefelbein, File
    Europa
    URL curta
    420

    Evidências convincentes indicam que o ministro da Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, estava por trás do vazamento da Huawei e levou à decisão da primeira-ministra Theresa May de demitir o oficial de alto escalão, informou o gabinete da premiê nesta quarta-feira.

    "A primeiro-ministra pediu esta noite a Gavin Williamson que deixe o governo, tendo perdido a confiança em sua capacidade de servir no papel de secretário da Defesa e como membro de seu gabinete", informou o porta-voz oficial.

    O porta-voz especificou que a decisão de May foi influenciada pela "conduta de Williamson em torno de uma investigação sobre as circunstâncias da divulgação não-autorizada de informações de uma reunião do Conselho de Segurança Nacional". O secretário teria vazado à imprensa, dados relativos a investigações contra a Huawei.

    A decisão de demitir o ministro da Defesa ocorre após declaração do secretário de Relações Exteriores, Jeremy Hunt dizendo que o governo teria "certo grau de cautela" ao cooperar com empresas chinesas, como a Huawei, supostamente uma ameaça à segurança nacional. Theresa May, teria endossado a participação parcial da Huawei na construção da futura rede de telefonia móvel 5G da Grã-Bretanha.

    A Huawei tem sido acusada por vários países de ser patrocinada pelo Estado chinês e espionar dispositivos a pedido de Pequim. No ano passado, a Austrália, o Japão, a Nova Zelândia e os Estados Unidos proibiram a empresa de participar de contratos governamentais devido a preocupações de segurança. A Huawei negou veementemente as acusações.

    Tags:
    Huawei, Conselho de Segurança Nacional do Reino Unido, Jeremy Hunt, Gavin Williamson, Theresa May, China, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar