10:24 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da Espanha

    Votação encerrada na Espanha: boca de urna indica vitória de socialistas, mas sem maioria

    © flickr.com/ steve_h
    Europa
    URL curta
    162
    Nos siga no

    Foram fechados os 23.196 colégios eleitorais da Espanha nas eleições que devem trazer um partido de extrema-direita de volta ao Parlamento pela primeira vez em 36 anos. O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) do atual primeiro-ministro Pedro Sánchez lidera as pesquisas de boca de urna, mas não devem conseguir maioria no Parlamento.

    Nenhum partido deverá conseguir a maioria automaticamente, apontam as pesquisas. O partido de extrema-direita Vox deverá conseguir cadeiras na Câmara dos Deputados.

    Esta é a terceira eleição nacional em quatro anos e marca o contínuo processo de erosão dos mais tradicionais partidos da Espanha, o PSOE e o conservador Partido Popular (PP).

    Uma votação fragmentada, seguida de longas negociações para formar uma administração, está se tornando uma situação recorrente na política europeia, à medida que os eleitores rejeitam os partidos tradicionais em favor de novos grupos, muitas vezes nos extremos do espectro político.

    Nas últimas eleições espanholas, as pesquisas de opinião realizadas após o fechamento das urnas não deram uma imagem precisa do resultado final.

    Cerca de 60,8% dos espanhóis aptos a votar participaram da eleição. Na região da Catalunha, a taxa de comparecimento foi ainda maior: 64.2%.

    A taxa de comparecimento nesta eleição foi 9% maior do que no pleito de 2016. 

    Tags:
    Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar