05:53 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da União Europeia em frente à sede da Comissão Europeia em Bruxelas

    Candidato a presidente da Comissão Europeia pede que região celebre sua 'influência cristã'

    © Sputnik / Aleksei Vitvitsky
    Europa
    URL curta
    730
    Nos siga no

    Um político alemão que pretende se tornar o próximo presidente da Comissão da União Européia disse neste sábado (27) que a região deve ter orgulho de sua influência cristã e afirmou ser contra a entrada da Turquia no bloco.

    Manfred Weber é o candidato do Partido do Povo Europeu de centro-direita e favorito nas pesquisas para substituir Jean-Claude Juncker como presidente da Comissão Europeia.

    "Estamos orgulhosos de que este continente tenha uma influência cristã... não é apenas algo para os museus, e isso deve nos guiar para o futuro", disse Weber em uma reunião política em Munster, no oeste da Alemanha.

    Esses valores cristãos devem garantir que os europeus sejam "francos" em suas discussões com Ancara "e é por isso que acredito que a Turquia não pode ser membro da UE", afirmou, reiterando sua oposição à entrada da Turquia no bloco.

    "Queremos uma parceria, uma amizade, mas devemos encerrar as negociações de entrada [na UE] com a Turquia".

    O projeto europeu deve ser "defendido contra os nacionalistas e os egoístas", afirmou, acrescentando que a Europa enfrenta "um ponto de inflexão histórico" em defesa do "estilo de vida" europeu.

    Weber disse que o incêndio da Catedral de Notre-Dame, em Paris, foi um símbolo para os europeus "confiarmos em nossos valores e modos de pensar compartilhados".

    A União Européia realizará eleições em seu Parlamento Europeu entre os dias 23 e 26 de maio. 

    Weber, de 46 anos, é o líder do EPP de centro-direita, que deve ganhar o maior número de assentos no Parlamento, o que pode colocá-lo na pole position para substituir Juncker, de 64 anos, quando ele deixar o cargo no final deste ano.

    Mais:

    Após União Europeia e China, Brasil e México decidem proibir voos com Boiengs 737 MAX
    União Europeia adiciona 10 países à lista negra de fraudadores de impostos
    Reino Unido não vai deixar a União Europeia em 29 de março, confirma premiê
    União Europeia ignora recomendação dos EUA de banir Huawei de redes 5G
    Tags:
    União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar