10:26 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Cidade britânica de Salisbury, onde Sergei Skripal e sua filha foram envenenados

    Cidade onde espião russo foi envenenado é eleita melhor lugar para se viver no Reino Unido

    © Sputnik / Aleksei Filippov
    Europa
    URL curta
    302

    A cidade de Salisbury, localizada no sudoeste da Inglaterra, foi eleita o melhor lugar para se viver no Reino Unido em 2019, um ano após o suposto ataque químico contra o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia.

    A premiação foi concedida neste domingo pelo Sunday Times, que abordou o polêmico caso que gerou forte tensão entre Londres e Moscou em 2018.

    "Quando especialistas em armas químicas vestidos com roupas de descontaminação vasculharam o centro da cidade em busca de traços de Novichok em março de 2018, Salisbury teria reivindicado estar entre os piores lugares. Entretanto, a cidade se recuperou, conseguindo uma alta avaliação na maioria dos atributos medidos no nosso guia de Melhores Lugares para se Viver no Reino Unido em 2019 — particularmente o espírito comunitário que ajudou a superar o choque, medo e confusão gerados pelo ataque a Sergei Skripal, um ex-espião russo, e sua filha Yulia", escreveu o jornal

    Com uma população de aproximadamente 40 mil habitantes, Salisbury ganhou as manchetes dos principais jornais do mundo no início de março de 2018, quando o ex-agente duplo Sergei Skripal, que vivia na Inglaterra há vários anos, foi encontrado desacordado em um banco de shopping junto com sua filha. Imediatamente, as autoridades britânicas se apressaram para acusar o Kremlin de estar por trás de uma tentativa de homicídio contra o ex-espião, com o uso da substância neurotóxica A-234 (também conhecida como Novichok). Mas, até hoje, Moscou nega participação no caso, lamentando que a Rússia não tenha tido acesso à investigação do incidente.

    Mais:

    Caso Skripal serviu para distrair opinião pública do Brexit, diz chancelaria russa
    UE sanciona funcionários da inteligência russa devido a caso Skripal
    Londres destrói constantemente provas no caso Skripal, diz chefe da inteligência russa
    Polícia britânica divulga novos vídeos de suspeitos de envenenar os Skripal
    Tags:
    A-234, Novichok, envenenamento, Sunday Times, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Salisbury, Londres, Inglaterra, Moscou, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar