22:54 22 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Lugar do tiroteio na cidade de Utrecht, Holanda

    Tiroteio em cidade holandesa de Utrecht; há feridos e 3 mortos (FOTOS, VÍDEO)

    © AFP 2019 / Robin van Lonkhuijsen / ANP
    Europa
    URL curta
    0 22

    Algumas pessoas ficaram feridas e três morreram na sequência de um tiroteio que ocorreu na cidade de Utrecht, na Holanda, segundo comunicou a polícia local, citada pela agência Reuters.

    O tiroteio teve lugar na segunda-feira (18), de manhã perto do ponto do bonde 24 Oktoberplein, relata a polícia da cidade na sua conta do Twitter.

    ​O tiroteio ocorreu no [ponto do bonde] 24 Oktoberplein em Utrecht… Há alguns feridos. O bairro ao redor está bloqueado, estamos investigando o assunto

    Ao mesmo tempo, a polícia indicou que está investigando, entre os possíveis motivos do incidente, a versão de atentado terrorista.

    Nessa conexão, as autoridades holandesas introduziram o nível mais alto de ameaça terrorista na cidade de Utrecht, onde ocorreu o tiroteio.

    O portal Dutch News informa, citando testemunhas do incidente, que um homem começou a atirar ao seu redor enquanto uma mulher que estava deitada perto dele continuava repetindo: "Não fiz isso".

    A Reuters também destaca que a polícia da cidade ordenou às escolas fechar as portas, visto que o suposto atirador ainda não foi detido

    Segundo dados da agência Reuters, que cita a polícia da cidade, os serviços de emergência chegaram ao lugar do incidente.

    As autoridades da cidade pediram aos moradores para não se aproximarem da zona do tiroteio para permitir às equipes de emergência efetuarem seu trabalho.

    ​​

    Mais:

    Chancelaria: 4 palestinos mortos e 6 feridos no tiroteio na Nova Zelândia
    Polícia busca terceiro suspeito de planejar tiroteio em Suzano
    Tiroteio em Marselha: Polícia francesa dispara contra homem que esfaqueou 4 pessoas
    Número de mortes em temporal em SP sobe para 10 (VÍDEO)
    Tags:
    feridos, tiroteio, Países Baixos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar