10:15 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    110
    Nos siga no

    Equipes de resgate encontraram os corpos de um alpinista italiano e de um britânico que desapareceram enquanto subia a montanha paquistanesa Nanga Parbat, confirmou neste sábado o embaixador italiano no Paquistão, Stefano Pontecorvo.

    "Com grande tristeza, eu informo que a busca por @NardiDaniele e Tom Ballard acabou quando @AlexTxikon e a equipe de busca confirmaram que as silhuetas vistas em Mummery a cerca de 5900 metros são as de Daniele e Tom. Descansem em paz #NangaParbat", Pontecorvo escreveu no Twitter.

    O embaixador acrescentou que, embora os corpos estivessem em um local pouco acessível, o governo promoveria esforços para tentar recuperá-los.

    Daniele Nardi, da Itália, e Tom Ballard, do Reino Unido, desapareceram do último dia 24, apenas dois dias depois de começarem a jornada para subir a Nanga Parbat, considerada a nona montanha mais alta do mundo com 8.125 metros de altitude.

    O Paquistão lançou uma operação de busca e resgate na semana passada, e uma equipe de socorristas espanhóis chefiada pelo alpinista Alex Txikon chegou à área na última segunda. Na quinta-feira, Txikon identificou duas silhuetas na rota Mummery Spur que os dois homens haviam tomado.

    Nanga Parbat é apelidada de "Montanha Assassina" devido ao grande número de incidentes fatais que ocorreram lá. A primeira ascensão de inverno bem sucedida da montanha ocorreu somente em fevereiro de 2016.

    Tags:
    Embaixada da Itália no Paquistão, Alex Txikon, Tom Ballard, Daniele Nardi, Stefano Pontecorvo, Paquistão, Nanga Parbat, Itália, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar