15:22 14 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Militares limpando os pontos relacionados ao envenenamento de Skripal em Salisbury.

    Caso Skripal serviu para distrair opinião pública do Brexit, diz chancelaria russa

    © Sputnik / Alex McNaughton
    Europa
    URL curta
    660
    Nos siga no

    Incidente de Salisbury é parte da chamada estratégia de gato morto de Londres, que visa distrair as pessoas do processo do Brexit e direcionar seu foco para a suposta ameaça russa, disse o Ministério das Relações Exteriores da Rússia nesta segunda-feira (4).

    Esta segunda-feira (4) marca o primeiro aniversário do incidente de Salisbury, no qual o ex-agente da inteligência russa Sergei Skripal e sua filha, Yulia, foram supostamente atacados com um agente nervoso criado na União Soviética. Desde então o Reino Unido vem acusando a Rússia de planejar uma tentativa de homicídio, enquanto Moscou segue refutando todas as acusações.

    "1. O Brexit é a questão que é uma dor de cabeça para o governo de [Theresa] May [primeira ministra do Reino Unido]. 2. A população do país está cada vez mais imersa nas disputas entre Londres e Bruxelas, tirando suas próprias conclusões sobre a eficiência do trabalho do governo de May […]. 3. O incidente de Salisbury é um truque, um 'gato morto', com o que, uma vez lançado no espaço da mídia, as autoridades do Reino Unido esperam desviar a atenção de seus cidadãos de assuntos que lhes são desconfortáveis ​​[discutir] e consolidar a nação frente à "sinistra ameaça russa", publicou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia em sua página no Facebook.

    O termo'gato morto' é utilizado para se referir a algo feito para desviar a opinião pública de um determinado assunto. O ministério lembrou que a expressão "estratégia do gato morto" foi usada pela primeira vez na retórica política do Reino Unido em 2013 pelo então prefeito de Londres, Boris Johnson, em um ensaio para o jornal The Telegraph. No ano passado, Johnson foi secretário de Relações Exteriores do Reino Unido e adotou uma forte posição anti-Rússia durante os desdobramentos do incidente de Salisbury.

    Em decorrência do incidente, as relações bilaterais entre Rússia e Reino Unido se deterioram. Como resultado, diversos diplomatas britânicos e russos foram expulsos de ambos os países.

    O incidente de Salisbury resultou na deterioração significativa das relações russo-britânicas, bem como na expulsão de diplomatas russos de vários países da UE.

    Mais:

    Londres destrói constantemente provas no caso Skripal, diz chefe da inteligência russa
    Polícia britânica divulga novos vídeos de suspeitos de envenenar os Skripal
    Departamento de Estado: EUA vai impor novas sanções contra a Rússia pelo caso Skripal
    Mídia tcheca afirma que suspeitos de caso em Salisbury espionaram Skripal no país em 2014
    Tags:
    brexit, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Theresa May, Boris Johnson, Londres, Bruxelas, Salisbury, Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar