11:36 17 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Matteo Salvini, el ministro del Interior de Italia

    Salvini recebe dinheiro da Rússia para dividir a Europa, acusa vice do Parlamento Europeu

    © AP Photo / Luca Bruno
    Europa
    URL curta
    9216

    O vice-presidente do Parlamento Europeu, Ramón Valcárcel, disse nesta quinta-feira em uma entrevista publicada pela La Vanguardia que o ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, recebe dinheiro do "banco russo" para "explodir os valores da UE".

    "Salvini está recebendo, receberá enormes quantidades de dinheiro da Rússia, do banco russo, para a próxima campanha eleitoral para que possa continuar dinamitar os valores da UE", declarou Valcarcel, que é deputado pelo Partido Popular da Espanha.

    Além de afirmar que o líder da Liga do Norte recebe dinheiro da Rússia para financiar campanhas do partido anti-UE, Valcarcel afirmou que a Rússia também influencia política europeia por espalhar "notícias falsas".

    Em particular, Valcárcel destacou que a Rússia é "uma fábrica de notícias falsas para desestabilizar o mundo ocidental".

    "Os russos são mestres de 'notícias falsas', têm exércitos de milhões de trolls, milhões de robôs e dois meios como a Sputnik e a RT", acrescentou.

    A este respeito, o parlamentar espanhol recordou que o Parlamento Europeu lançou "um plano de ação" através do Oriente Stratcom para "parar tudo o que vem da Rússia e, por vezes, direto das mãos do próprio [presidente russo] Vladimir Putin."

    Em novembro de 2016 o Parlamento Europeu aprovou uma resolução contra a rede russa RT de televisão e a agência de notícias russa Sputnik, acusando estes dois meios de "incitar o medo, provocar dúvidas e dividir a União Europeia (UE)".

    Além disso, vários políticos, incluindo senadores e congressistas dos EUA e o presidente da França, Emmanuel Macron, acusaram os dois meios de interferir nas eleições em seus países sem oferecer evidências.

    As autoridades russas descartam essas acusações como infundadas.

    Mais:

    VP do Parlamento Europeu: impossível tomar decisões sobre Síria e Líbia sem a Rússia
    Venda de armas europeias precisa de controles mais rígidos, diz Parlamento Europeu
    Orban desafia Bruxelas e promete responder às medidas punitivas do Parlamento da UE
    Tags:
    relações bilaterais, diplomacia, russofobia, Parlamento Europeu, União Europeia, Vladimir Putin, Matteo Salvini, Ramón Valcárcel, Itália, Rússia, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar