05:57 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Praça de São Pedro em Roma, Itália

    Arquivos de padres pedófilos foram 'destruídos' ou 'nem existiram', afirma cardeal

    © Sputnik / Dmitriy Korobeinikov
    Europa
    URL curta
    210
    Nos siga no

    Um dos cardeais mais proeminentes da Igreja Católica admitiu neste sábado que os arquivos que documentam o abuso sexual infantil foram destruídos ou nunca existiram, permitindo que os padres predadores continuem atacando as vítimas.

     

    "Arquivos que poderiam ter documentado as terríveis ações e chamado os responsáveis ​​foram destruídos, ou nem mesmo criados", revelou o cardeal Reinhard Marx em uma reunião dos principais clérigos em uma cúpula vaticana sobre abuso sexual infantil.

    Dizendo que os direitos das vítimas foram "efetivamente pisoteados", Marx admitiu que "procedimentos e processos" que poderiam ter levado a processos bem-sucedidos "deliberadamente não foram cumpridos". Em vez disso, as evidências foram "canceladas ou ignoradas" pelos oficiais da Igreja.

    Observando que não há substituto para a "rastreabilidade e transparência", o cardeal acrescentou que a falta de vontade da Igreja para enfrentar esses crimes deixou as vítimas incapazes de confiar no sistema e correu o risco de arruinar a credibilidade da Igreja.

    "Estes são todos os eventos que contradizem fortemente o que a Igreja deve representar", declarou.

    A admissão de Marx vem no penúltimo dia de uma cúpula de quatro dias com a presença dos principais bispos da Igreja. Convocada pelo Papa Francisco, a conferência sem precedentes é a tentativa do Vaticano de refletir e discutir os escândalos de abuso sexual que atormentam a Igreja há décadas.

    A cúpula vem no contexto de vários escândalos que surgiram recentemente no Chile, na Alemanha e no estado norte-americano da Pensilvânia. Investigações sobre tais crimes revelaram que o clero ofensor era frequentemente transferido para outras paróquias, enquanto os bispos varriam os crimes para debaixo do tapete para evitar danos à reputação da Igreja.

     

    Mais:

    Papa Francisco fecha o cerco contra pedófilos na Igreja
    Cazaquistão adotará castração química e divulgação de dados pessoais para deter pedófilos
    Governo turco suspende votação de projeto de lei de anistia para pedófilos
    Tags:
    cristianismo, catolicismo, religião, pedofilia, Igreja Católica, Reinhard Marx, Papa Francisco, Vaticano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar