19:57 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    120
    Nos siga no

    Em uma tentativa de gerar toda a eletricidade de fontes renováveis até 2050, autoridades do governo na Espanha anunciaram nesta semana que as usinas nucleares do país começarão a ser fechadas em 2025.

    O processo, que aconteceria entre 2025 e 2035, é o resultado de um acordo entre as três principais empresas de energia elétrica que operam no país — a Endesa, Iberdrola e Naturgy — junto ao Ministério de Transição Ecológica da Espanha, informou a Corner.

    Atualmente, existem cinco usinas nucleares operacionais equipadas com sete reatores na Espanha. A revisão do sistema de energia deverá exigir um investimento de US$ 266 bilhões entre 2021 e 2030, revelou o primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez.

    De acordo com a Energia 16, o projeto do governo pretende combater a mudança climática e tentará inibir a venda de gasolina, diesel e carros híbridos em 2040 e usar energia proveniente da luz solar dos parques eólicos produzir pelo menos 3.000 megawatts de energia por ano, o que pode alimentar milhares de casas.

    A Ministra da Transição Ecológica, Teresa Ribera indicou que a eletrificação, a eficiência e as energias renováveis serão a abordagem em três frentes para a transição bem-sucedida da energia nuclear para a energia renovável.

    Os projetos seriam submetidos à União Europeia para aprovação até o final de 2018. No entanto, isso não aconteceu. Ribera, desde então, indicou que os planos seriam levados aos parlamentares em 22 de fevereiro, informou a Reuters.

    Tags:
    União Europeia, Ministério de Transição Ecológica da Espanha, Corner, Teresa Ribera, Pedro Sánchez, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar