18:33 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Mohammad bin Salman Al Saud, príncipe herdeiro da Arábia Saudita

    UE estuda incluir Arábia Saudita em lista de países com 'dinheiro sujo'

    © Sputnik / Sergey Guneev
    Europa
    URL curta
    320

    A Comissão Européia propôs nesta quarta-feira (13) a inclusão de sete países, incluindo a Arábia Saudita, na lista de países que representam uma ameaça por causa dos controles frágeis sobre financiamento do terrorismo e lavagem de dinheiro.

    A proposta deve agora ser aprovada pelo Parlamento Europeu e pelos 28 Estados membros — com a oposição da França e da Grã-Bretanha contra a nova lista.

    A inclusão na lista não desencadeia sanções, mas obriga os bancos europeus a aplicar controles mais rígidos em transações com clientes e instituições desses países.

    A adição da Arábia Saudita ocorre em meio a tensões entre Riad e as capitais europeias, intensificadas pelo assassinato do jornalista Jamal Khashoggi no consulado saudita em Istambul.

    "Nós colocamos em prática os mais altos padrões do mundo na luta contra a lavagem de dinheiro", disse a comissária europeia da Justiça Vera Jourova. "Mas devemos garantir que o dinheiro sujo de outros países não termine em nosso sistema financeiro", disse ela em entrevista coletiva na sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo.

    "O dinheiro sujo é a força motriz por trás do crime organizado e do terrorismo", prosseguiu Jourova, instando os países da lista a "remediar rapidamente suas deficiências".

    Panamá, Nigéria, Líbia, Botsuana, Gana, Samoa, Bahamas, Samoa Americana, Ilhas Virgens dos EUA, Porto Rico e Guam também estão no grupo que pode entrar na lista negra de Bruxelas. 

    Os outros estados listados são Afeganistão, Coreia do Norte, Etiópia, Irã, Iraque, Paquistão, Sri Lanka, Síria, Trinidad e Tobago, Tunísia e Iêmen.

    Bósnia Herzegovina, Guiana, Laos, Uganda e Vanuatu foram removidos.

    Mais:

    Soros alerta: se União Europeia não acordar, pode ter o mesmo fim da União Soviética
    Governo Bolsonaro rejeita tarifas da União Europeia ao aço brasileiro
    Crise venezuelana provoca dissidência dentro da União Europeia, diz mídia
    Guaidó afirma que vai pedir ajuda à União Europeia para proteger ativos da Venezuela
    União Europeia rejeita mudanças no Brexit aprovadas pelo Parlamento britânico
    Ele voltou: Berlusconi quer uma vaga no Parlamento da União Europeia em maio
    Tags:
    União Europeia, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar