23:26 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Brexit

    Pesquisa: Maioria dos Conservadores britânicos não está disposta a apoiar acordo do Brexit

    CC0
    Europa
    URL curta
    231
    Nos siga no

    Enquanto os membros do Parlamento do Reino Unido se preparam para uma das mais importantes votações da história britânica recente - o acordo de saída da União Europeia - uma pesquisa do YouGov mostrou que a maioria dos partidários de Theresa May preferem um Brexit duro ao plano negociado pela premiê.

    Uma pesquisa da YouGov mostrou que 64% dos membros de base do Partido Conservador optariam pela saída dura da União Europeia, isto é, sem qualquer acordo na mesa. Ao mesmo tempo, apenas 29% apoiam o acordo negociado pela primeira-ministra depois de muitas viagens à Bruxelas.

    O plano de Theresa May — amplamente contestado no Parlamento no mês passado — recebeu o apoio de apenas 23% dos parlamentares conservadores, segundo a pesquisa. 15% dos conservadores disseram que prefeririam manter o país na União Europeia e cancelar o Brexit, enquanto 5% não sabiam ou não opinaram.

    A questão das Irlandas

    A premiê terá que obter apoio de alguns parlamentares do partido Trabalhista — sua oposição — e do irlandês Partido Unionista Democrático (DUP). No entanto, Sammy Wilson, porta-voz do DUP, disse na sexta-feira passada que não há como a Irlanda do Norte apoiar o plano Brexit de Theresa May.

    O principal entrave para a saída do Reino Unido é a possível reinstalação de uma fronteira física entre as Irlandas, já que o espaço de circulação comum europeia era a garantia de soberania sem o controle fronteiriço que desencadeava atentados na ilha frequentemente. Wilson, porém, disse que tudo não passa de um "truque", tranquilizando agricultores e empresários ao dizer que não há riscos de agitação social em caso de um Brexit sem acordo.

    A pesquisa YouGov foi financiada pelo Conselho de Pesquisa Econômica e Social.

    Tags:
    União Europeia, Partido Democrático Unionista da Irlanda do Norte, Partido Conservador, Partido Trabalhista britânico, Conselho de Pesquisa Econômica e Social, Sammy Wilson, Theresa May, Bruxelas, Grã-Bretanha, Reino Unido, Irlanda do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar