10:59 24 Janeiro 2019
Ouvir Rádio
    Refugiada síria segurando bebê de dois meses como refugiados e migrantes que partiram do campo de detenção de Chios, e acamparam no porto da cidade, organizando um protesto com seus filhos cantando 'No Turkey', em 3 de abril de 2016

    Premiês da Grécia e da Bulgária exigem que UE detalhe política de migração do bloco

    © AFP 2018 / Louisa Gouliamaki
    Europa
    URL curta
    341

    O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, e seu colega búlgaro, Boyko Borissov, conclamaram a União Europeia a definir mais claramente a política em relação aos migrantes e as regras para a concessão de asilo.

    "Falámos sobre o sistema de asilo na União Europeia. Infelizmente, a Presidência austríaca da UE não avançou esta questão. Durante a Presidência romena, abriremos o caminho para a resolução desta questão, porque já não podemos enfrentar tais princípios, como o princípio da solidariedade, segundo o qual o primeiro país que aceita as pessoas suporta todo o fardo", disse Tsipras em entrevista coletiva.

    Por sua vez, Borissov também expressou esperança de que durante a presidência da Romênia na União Europeia, o progresso seria alcançado na resolução da crise migratória.

    "Durante a presidência austríaca da UE, os progressos neste sentido não foram tão significativos como eu esperava. Contaremos com a presidência romena para implementá-la, e este tema deve permanecer na agenda da UE", disse Borissov.

    A Romênia assumirá a presidência rotativa do Conselho da União Europeia em 1º de janeiro de 2019.

    No começo do dia, Belgrado sediou uma reunião entre os primeiros-ministros da Grécia, Romênia, Bulgária e o presidente sérvio. As delegações também incluíram chefes de associações nacionais de futebol e ministros de esportes.

    Tags:
    Conselho da União Europeia, União Europeia, Boyko Borissov, Alexis Tsipras, Romênia, Bulgária, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik