16:55 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da Grécia

    'Vamos esmagá-los!': Grécia e Turquia trocam ameaças por ilhas no mar Egeu

    © Sputnik /
    Europa
    URL curta
    584

    Os altos escalões militares da Grécia dispararam um conjunto de avisos excepcionalmente severos para a Turquia, ameaçando esmagar suas tropas se ousarem pousar em qualquer ilhota disputada no mar Egeu - mas Ancara também não mediu suas palavras.

    Reagindo a violações do espaço aéreo grego por jatos turcos sobre o mar Egeu, o ministro da Defesa, Panos Kammenos, advertiu que Ancara pagaria um preço.

    "Se eles fizerem o menor movimento, vamos esmagá-los", ameaçou Kammenos. Atenas quer paz e harmonia, ele disse, mas não vai "conceder um único centímetro" de suas terras.

    O ministro grego estava visitando um posto militar na pequena ilha de Leros, no mar Egeu, de modo que a retórica belicosa poderia ser explicada por seu desejo de elevar o moral das tropas. Mas também foi repetido pelo almirante Evangelos Apostolakis, chefe do Estado-Maior Geral Helênico.

    "Se os turcos pousarem em uma ilhota rochosa, nós a derrubaremos no chão. Essa é uma linha vermelha que é adotada pelo governo", declarou Apostolakis. Ele sugeriu que um confronto militar com a Turquia é uma possibilidade, mas disse que "junto com os EUA e a União Europeia, queremos garantir que os turcos não atinjam esse ponto".

    O ataque ocorreu depois que militares da Grécia disseram que um par de aviões F-16 turcos fizeram um sobrevoo da ilha de Kastelorizo no leste do mar Egeu na quinta-feira, minutos depois de um helicóptero que transportava o ministro grego da Defesa, Panos Kammenos, viajar para Atenas.

    A Turquia, no entanto, não permitirá "qualquer fato consumado no mar Egeu e no Mediterrâneo", segundo o general Hulusi Akar, chefe de seu Estado-Maior. Não há como a Turquia recuar "dos direitos de nosso país e de nosso povo", declarou.

    Apesar de formalmente serem aliados da OTAN, a Grécia e a Turquia compartilham uma história desconfortável. A moderna República Turca foi fundada após uma sangrenta guerra com a Grécia e as potências ocidentais em 1923.

    A hostilidade entre Atenas e Ancara persistiu ao longo de várias décadas, atingindo seu auge durante a crise de Chipre, que quase entrou em erupção em uma guerra em larga escala depois que as tropas turcas invadiram o norte da ilha em 1974.

    Atualmente, a Grécia e a Turquia têm várias disputas sobre o Egeu. O mar é pontilhado com dezenas de pequenas ilhotas, tornando a delimitação da fronteira marítima especialmente desafiadora. Vários confrontos entre os navios de guerra de ambos os países ocorreram nos últimos anos, juntamente com numerosos encontros em pleno ar de jatos turcos e gregos.

    Às vezes, os dois países tentaram chegar a um acordo sobre o assunto, mas até agora não conseguiram.

    Mais:

    EUA planejam expandir operações militares na Grécia devido às tensões com Turquia?
    Guardas de fronteira da Grécia atiram contra helicóptero da Turquia
    Em referência à Turquia, Grécia disse que vai 'esmagar' ameaça remanescente dos Otomanos
    Tags:
    guerra, rivalidade, diplomacia, disputa territorial, ilhas, OTAN, União Europeia, Hulusi Akar, Evangelos Apostolakis, Panos Kammenos, mar Egeu, Turquia, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar