18:35 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    222
    Nos siga no

    Os líderes das 28 nações da União Europeia concordaram em avançar com iniciativas para reforçar o papel da união na área da defesa, garantindo seus laços com a OTAN.

    O Conselho Europeu tornou público um resumo das conclusões da cúpula de dois dias em Bruxelas, celebrando o progresso nas negociações sobre o Fundo de Defesa Europeu no valor aproximado de US$ 15 bilhões (R$ 58 bilhões) na implementação de uma estratégia para reforçar a cooperação e melhorar a mobilidade militar.

    De acordo com o resumo das conclusões, as iniciativas contribuem para a mudança de autonomia estratégica e capacidade da UE de garantir a segurança, além de complementar e consolidar as atividades da OTAN e seus laços com a União Europeia.

    A declaração foi feita após o presidente francês, Emmanuel Macron defender a formação de um exército europeu, sendo apoiado pela chanceler da Alemanha, Angela Merkel.

    Sobre a proposta de Macron, a chefe de política externa da União Europeia, Federica Mogherini negou a formação de um exército europeu. Já o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg alertou que os planos da União Europeia não deveriam competir com os da aliança.

    Entretanto, na sexta-feira (14), os líderes das 28 nações da União Europeia concordaram sobre a necessidade de uma rápida resposta à desinformação, que consideram como parte de uma guerra híbrida travada nas vésperas das eleições europeias.

    O Conselho Europeu apela a uma ação rápida e decisiva, a nível europeu e nacional, assegurando que as eleições europeias e nacionais sejam livres e justas. Além disso, os líderes lamentaram a "disseminação de desinformação deliberada, em grande escala e sistemática" como um desafio estratégico para as suas democracias, apelando para uma rápida implementação do plano da Comissão Europeia visando garantir uma resposta coordenada e bem financiada a esta ameaça existencial.

    Mais:

    UE expande autoridade de agência de proteção de fronteiras para deportar migrantes
    Plano da UE para desafiar domínio do dólar não funcionará sem Rússia, afirma economista
    Macron está usando o clima como desculpa para travar acordo Mercosul-UE, diz especialista
    Tags:
    cooperação, segurança, estratégia, Defesa, reforço, União Europeia, OTAN, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar