09:34 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Benoît Quennedey, funcionário do Senado da França em foto de arquivo tirada em frente ao Panteão de Paris

    Alto funcionário francês é acusado de traição por suspeita de espionagem

    © AFP 2018/ STR
    Europa
    URL curta
    0 04

    Um alto funcionário do Senado da França foi formalmente acusado de traição nesta quinta-feira por suspeitas de espionar para o governo da Coreia do Norte, segundo informou a mídia local.

    Benoît Quennedey, que trabalhava como administrador da Direção de Arquitetura, Patrimônio e Jardins do Senado, foi detido na última segunda-feira, 26, por uma suposta tentativa de passar informações secretas para Pyongyang. 

    "Uma operação policial sem precedentes ocorreu mais cedo no Senado: o alto funcionário Benoît Quennedey foi interrogado pela DGSI por 'inteligência com uma potência estrangeira', a Coréia do Norte."

    O acusado foi posto sob controle judicial e está impedido de viajar para fora da França. Ele também foi afastado de suas funções na casa legislativa. 

    Mais:

    Ex-coronel austríaco suspeito de espionagem para Rússia confessa, relata imprensa
    Avião de espionagem chinês atravessa zona aérea sul-coreana sem avisar
    Apple passa a atribuir 'índice de confiança' a usuários e gera preocupação com espionagem
    Enviado russo na ONU rechaça alegação de espionagem na Suíça: 'Absurdo'
    Programa de espionagem israelense monitora celulares do Qatar, diz acadêmico qatarense
    Tags:
    traição, espionagem, Senado da França, Benoît Quennedey, Pyongyang, Coreia do Norte, Paris, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik