01:18 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Lancha canhoneira blindada Nikopol e rebocador Yany Kapu (em fundo) da Marinha da Ucrânia detidos no porto de Kerch

    Marinha ucraniana explica para que enviou navios de guerra ao estreito de Kerch

    © Sputnik / Aleksei Malgavko
    Europa
    URL curta
    12227

    O comandante da Marinha ucraniana, Igor Voronchenko, afirmou que Kiev enviou seus navios em direção ao estreito de Kerch em 25 de novembro para mostrar "do que estas lanchas são capazes".

    "Devíamos mostrar […] nossa face no estreito de Kerch e no mar de Azov, mostrar do que estas lanchas são capazes", disse Voronchenko, citado pela agência UNIAN.

    O comandante não considera o envio dos navios uma decisão errada, apesar de estes terem sido detidos por violarem a fronteira russa. Voronchenko também disse ter a certeza de que as embarcações serão libertadas.

    Navio Berdyansk detido pela guarda fronteiriça russa, estacionado no porto de Kerch
    © Foto : Assessoria de imprensa do departamento fronteiriço do Serviço Federal de Segurança da Rússia para a República da Crimeia
    Anteriormente, o presidente russo Vladimir Putin qualificou o incidente no estreito de Kerch de provocação, sublinhando que entre os tripulantes havia dois agentes do Serviço de Segurança da Ucrânia que, na prática, lideravam a operação.

    Na terça-feira (27), um tribunal russo ordenou a prisão preventiva de 15 dos 24 marinheiros ucranianos detidos pela guarda fronteiriça russa. Na segunda-feira (26), o parlamento ucraniano aprovou a introdução da lei marcial em algumas regiões do país por 30 dias.

    Em 25 de novembro, três navios ucranianos — Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu — atravessaram a fronteira marítima da Rússia, violando o direito internacional. Como os marinheiros ucranianos ignoraram os avisos da parte russa, a guarda fronteiriça tomou a decisão de deter os navios ucranianos.

    Mais:

    Kiev quer fechamento do estreito de Bósforo para navios russos após incidente no mar Negro
    Kremlin: apelos de Kiev para OTAN enviar navios ao mar de Azov são parte de provocação
    Tags:
    lanchas, tensão, incidente, navios de guerra, Marinha da Ucrânia, Igor Voronchenko, Rússia, estreito de Kerch, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik