05:37 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Marinheiro ucraniano (foto de arquivo)

    Marinheiros ucranianos receberam ordem de atacar navios russos, diz mídia

    © AFP 2018 / GENYA SAVILOV
    Europa
    URL curta
    151022

    Os marinheiros ucranianos, que foram detidos por violarem a fronteira da Rússia, receberam instruções secretas do comando militar ucraniano que não excluíam fazer fogo contra navios russos.

    Antes de saírem ao mar, um desses marinheiros revelou aos seus familiares a ordem secreta do comando. Desse modo, os dados chegaram à disposição do portal Informator.

    Segundo revela a mídia, antes da missão aos marinheiros foram retirados seus celulares e eles foram proibidos de divulgar quaisquer detalhes da operação aos familiares. No entanto, um membro da tripulação, Andrei Artemenko, revelou à sua família quais deviam ser suas ações em caso de emergência.

    "Eles [o comando ucraniano] disseram que se [os russos] abrirem fogo ou impedirem a passagem — não parem e disparem em resposta", cita o portal um dos familiares do marinheiro que revelou os detalhes da ordem.

    Em 25 de novembro, três navios da Marinha ucraniana, Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu, violaram o direito marítimo ao atravessar a fronteira da Rússia. Os navios realizaram manobras perigosas na zona aquática temporariamente encerrada e não reagiram às exigências da parte russa de abandonarem a área.

    A Guarda Costeira russa seguiu o plano de ações previstas para tais situações e usou armas. Como resultado, todos os navios ucranianos foram detidos. Porém, durante o incidente, três militares ucranianos ficaram levemente feridos. Eles receberam assistência médica e não correm risco de vida.

    Mais:

    EUA pedem que Putin e Poroshenko resolvam diretamente tensões entre Rússia e Ucrânia
    Introdução da lei marcial na Ucrânia não faz sentido, afirma especialista militar russo
    Estados Unidos 'desenham' cenário de confronto para Ucrânia, diz senador russo
    Ucrânia põe Forças Armadas em alerta de combate após incidente em estreito de Kerch
    Tags:
    dados secretos, ordem, marinheiros, ataque, Marinha da Ucrânia, Estreito de Kerch, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik