01:23 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira do Reino Unido perto do parlamento britânico, em Londres, em abril de 2017

    Especialistas respondem se Brexit seria bom ou ruim para a economia brasileira

    © REUTERS / Stefan Wermuth
    Europa
    URL curta
    221

    A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, anunciou nesta segunda-feira (26) que o parlamento do país votará o acordo do Brexit já no próximo dia 11 de dezembro, daqui a três semanas.

    No domingo (25), líderes a União Europeia decidiram aprovar um acordo sobre a saída do Reino Unido do bloco no próximo ano. O documento de 585 páginas, 185 artigos e três protocolos inclui questões como os direitos dos cidadãos europeus no Reino Unido e vice-versa, a conta de 39 bilhões de libras que Londres deve pagar e a solução para evitar uma fronteira com vigilância policial na ilha da Irlanda.

    A pergunta que fica é: quais seriam os efeitos do Brexit para o Brasil? A Sputnik Brasil conversou com dois especialistas no assunto para tentar entender como se daria esse processo de saída do Reino Unido da União Europeia para as relações comerciais brasileiras.

    Para Luiz Carlos Prado, especialista em Economia Internacional e professor da UFRJ, dificilmente veremos uma mudança no curto prazo.

    "Nos próximos 2 anos, haverá um período de transição e acredito que nesse período não deve haver nenhuma diferença de política, deve se manter uma certa continuidade dos acordos feitos até então", explicou.

    Prado pondera que, apesar do período de transição, é legítimo que o Brasil se preocupe com os termos do Brexit.

    "A economia britânica é uma importante importadora de produtos agrícolas brasileiros, me parece que a preocupação é plausível de que faz sentido acompanhar o processo para evitar perdas para a exportação brasileira. (…) É importante saber como será a política britânica para essa área, mas provavelmente será mais liberal que a da União Europeia", defendeu.

    Já para Thiago Babo, professor da FECAP (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado), é preciso ter muita cautela ao analisar neste momento quais seriam os impactos do Brexit para o Brasil.

    "Razões existem, mas temos que ter muita precaução para não criar um grande alarme em cima disso, eu ainda acho que o principal problema que o Brexit pode ter para o Brasil é desaquecer a própria economia britânica, o que prejudicaria um comércio entre o Brasil e o Reino Unido, mas ainda é tudo muito incerto", afirmou.

    Porém, Thiago Babo destaca, por exemplo, o fato de que a União Europeia será obrigada a se fortalecer para se manter viva enquanto bloco.

    "Acredito que estamos em um bom momento para ter um aumento das relações comerciais entre Brasil e União Europeia. Não podemos esquecer que se de fato se concretizar a saída do Reino Unido, a União Europeia precisa se fortalecer de todas as formas possíveis para evitar a saída de outros países do seu bloco", disse.

    Atualmente, o Brasil exporta US$ 2,4 bilhões ao ano para o Reino Unido. Para a UE, o total chegou a US$ 33,9 bilhões até o fim de outubro.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik