00:52 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Veículo de emergência médica em Donetsk (foto de arquivo).

    Forças ucranianas atacam área residencial de Donbass com artilharia pesada

    © Sputnik / Sergei Averin
    Europa
    URL curta
    6416

    Militares ucranianos teriam feito fogo neste domingo contra áreas residenciais na autoproclamada República Popular de Donetsk, na região de Donbass. No entanto, a informação não foi confirmada.

    De acordo com um correspondente da Sputnik, o ataque, que inclui artilharia pesada, teria começado pouco antes das 18h de Brasília.

    Entretanto, mais cedo, o representante da RPD no centro conjunto de controle e coordenação do regime do cessar-fogo declarou à Sputnik que a situação na linha de contato permanece calma.

    "A situação ao longo da linha de contato no território da RPD permanece relativamente calma. Não foram registrados ataques em massa e violações críticas por parte das Forças Armadas ucranianas", disse interlocutor da Sputnik.

    Na última sexta-feira, o vice-comandante do Comando Operacional da RPD, Eduard Basurin, já havia alertado para a possibilidade de haver um aumento nas atividades militares ucranianas no leste do país devido à chegada de novos armamentos adquiridos da Polônia. Segundo ele, em meados deste mês, uma empresa polonesa entregou mais de 23 mil projéteis para morteiros às forças de Kiev. 

    A atual operação do Exército ucraniano em Donbass teve início em 2014 com o objetivo de reprimir uma revolta lançada por habitantes de Donetsk e Lugansk insatisfeitos com a brusca mudança de poder ocorrida no mês de fevereiro daquele ano na Ucrânia. Apesar de acordos firmados e diferentes regimes de cessar-fogo estabelecidos ao longo dos últimos anos, os confrontos entre as partes seguem até hoje na região. 

    Mais:

    Lugansk: Kiev está com lança-foguetes posicionados na linha de contato em Donbass
    General ucraniano: EUA aconselham Kiev a desencadear 'revolução' em Donbass
    Putin explica por que ainda há poucas chances de resolução pacífica em Donbass
    EUA condenam eleições em Donbass e prometem sanções
    Tags:
    conflitos, Eduard Basurin, Polônia, Lugansk, Kiev, Donetsk, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik