17:19 09 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Navio de patrulha ucraniano (arquivo)

    FSB: navios ucranianos ignoraram ordens para parar e violaram águas russas

    CC BY 4.0 / Ukrainian Military Pages / BG32 "Donbas" (cropped image)
    Europa
    URL curta
    Violação da fronteira russa por navios ucranianos (53)
    6321

    O Serviço Federal de Segurança da Rússia, o FSB, afirmou na noite deste domingo que o incidente ocorrido mais cedo no mar de Azov, ao norte do mar Negro, foi provocado por navios ucranianos que violaram as águas territoriais russas.

    De acordo com as autoridades russas, uma vez que as embarcações ignoraram as ordens para parar, as forças russas precisaram utilizar armas para defender o espaço dos invasores.

    Os três navios ucranianos que participaram da ação, Berdyansk, Yanu Kapu e Nikopol, foram detidos, enquanto três marinheiros ficaram feridos. Mas todos receberam os devidos cuidados médicos e não correm riscos de vida.

    "Há evidências irrefutáveis provando que Kiev estava preparando e encenando uma provocação envolvendo a Marinha da Ucrânia no mar Negro. Esses materiais serão liberados em breve", disse o FSB em um comunicado.

    No início do dia, três navios da Marinha ucraniana, em violação dos artigos 19 e 21 da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, cruzaram a fronteira marítima russa, entraram na área temporariamente fechada das águas territoriais russas e estavam se movendo do mar Negro em direção ao estreito de Kerch, de acordo com o FSB. Outro grupo de navios se dirigia para o estreito de Kerch a partir do porto de Berdyansk, no mar de Azov. O estreito de Kerch, que liga os mares Negro e Azov, foi fechado para embarcações civis por questões de segurança.

    Tema:
    Violação da fronteira russa por navios ucranianos (53)

    Mais:

    'Isto é uma provocação': autoridades russas comentam ações da Marinha ucraniana
    2 navios de guerra ucranianos seguem a grande velocidade às águas territoriais da Rússia
    Tags:
    navios, mar Negro, Rússia, Ucrânia, Kiev, mar de Azov, Estreito de Kerch
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik