04:36 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados norte-americanos que participam dos exercícios militares Anaconda-16, Varsóvia, Polônia, junho de 2016

    Criação da base 'Forte Trump' é uma questão resolvida, diz ministro polonês

    © AFP 2018 / Alik Keplicz
    Europa
    URL curta
    341

    O ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak, considerou a criação de uma base militar norte-americana em seu território como uma questão resolvida.

    "'Forte Trump' é uma iniciativa polonesa-americana. 'Forte Trump' será criada. Isso irá ocorrer, sem dúvida", anunciou Blaszczak na rádio polonesa.

    De acordo com ele, a questão não é sobre a presença dos militares dos EUA na Polônia aumentar, mas apenas sobre como isso acontecerá e que tipo de unidades haverá. Ao mesmo tempo, Blaszczak se recusou a divulgar detalhes, já que está "cuidando da forte posição negocial da Polônia".

    A ideia de instalar uma divisão blindada americana permanente na Polônia foi apresentada pelo presidente polonês Andrzej Duda. Ele também propôs o nome — "Forte Trump". Varsóvia concordou em pagar até US$ 2 bilhões (R$ 7,5 bilhões) para a construção da base.

    O próprio Trump disse que os EUA ainda estão considerando essa proposta, feita bilateralmente, fora da OTAN.

    O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, por sua vez, disse que aconselhou o chefe do Ministério das Relações Exteriores da Polônia a não criar "bases adicionais", caso contrário, Minsk e Moscou teriam que responder.

    Moscou afirmou repetidamente que nunca atacaria nenhum aliado da OTAN. De acordo com o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, a aliança militar ocidental está ciente desta posição russa, mas usa a alegada agressividade da Rússia como pretexto para impulsionar o seu crescimento militar perto das fronteiras russas.

    Mais:

    Secretário de Trump agradece oferta da Polônia para receber base militar dos EUA
    Base dos EUA na Polônia é mera provocação direcionada à Rússia?
    Tags:
    presença militar, base militar, Fort Trump, Mariusz Blaszczak, Sergei Lavrov, Aleksander Lukashenko, Andrzej Duda, Bielorrússia, Rússia, EUA, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik